Ufms Sobre A Arte Egípcia É Incorreto Afirmar

Reza August 21, 2021
Resultado de imagem para arte egípcia lei da frontalidade Lei da

A arte egípcia é uma das mais conhecidas e estudadas do mundo. Com um estilo único e marcante, ela reflete a cultura e religião da época em que foi criada. A Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) é uma das instituições que se dedica ao estudo e pesquisa da arte egípcia. No entanto, há algumas afirmações sobre essa arte que são incorretas. Neste artigo, vamos analisar algumas dessas afirmações e mostrar por que elas estão erradas.

O que é a arte egípcia?

A arte egípcia surgiu há mais de 5 mil anos, durante o período pré-dinástico. Ela foi influenciada pela religião e pela crença na vida após a morte, que era muito importante para os egípcios. A arte egípcia foi produzida em diversas formas, como pinturas, esculturas, relevos e arquitetura. Ela se caracteriza por apresentar um estilo muito específico, com figuras estilizadas e formas geométricas. As obras egípcias eram produzidas com um propósito religioso ou funerário, e muitas delas foram encontradas em túmulos e templos.

Afirmações incorretas sobre a arte egípcia

Algumas afirmações sobre a arte egípcia são incorretas e não correspondem à realidade. Vamos analisar algumas delas:

“A arte egípcia é estática e não apresenta movimento”

Essa afirmação é incorreta. Embora as figuras da arte egípcia sejam estilizadas e apresentem proporções estranhas, elas não são estáticas. As pinturas egípcias, por exemplo, mostram cenas de danças, jogos e processões, que claramente representam movimento. Além disso, as esculturas egípcias apresentam poses que sugerem que os personagens estão em movimento, como a famosa escultura do faraó Quéfren, em que ele está sentado com as mãos apoiadas nos joelhos, mas com as pernas ligeiramente afastadas.

“A arte egípcia não apresenta influência de outras culturas”

Essa afirmação também é incorreta. A arte egípcia foi influenciada por outras culturas, como a mesopotâmica e a grega. Por exemplo, a arte egípcia apresenta uma técnica de pintura em que as figuras são pintadas em perfis diferentes, o que pode ter sido influenciado pela arte grega. Além disso, as esculturas egípcias apresentam um estilo que lembra a arte mesopotâmica, com figuras estilizadas e proporções estranhas.

“A arte egípcia não apresenta emoção ou expressão”

Essa afirmação também é incorreta. Embora as figuras da arte egípcia não apresentem expressões faciais muito detalhadas, elas não são completamente neutras. As pinturas egípcias, por exemplo, mostram cenas de luto e tristeza, em que as figuras apresentam gestos e poses que sugerem emoção. Além disso, as esculturas egípcias apresentam poses que sugerem emoção, como a famosa escultura da rainha Hatchepsut, em que ela está sentada com as mãos apoiadas nos joelhos, mas com os ombros ligeiramente curvados para frente, sugerindo tristeza ou preocupação.

For more information, please click the button below.

Conclusão

A arte egípcia é uma das mais fascinantes e estudadas do mundo. Ela reflete a cultura e a religião da época em que foi produzida, e apresenta um estilo único e marcante. No entanto, há algumas afirmações sobre essa arte que são incorretas. É importante que os estudiosos e pesquisadores da arte egípcia sejam precisos e corretos em suas afirmações, para que possamos compreender melhor essa importante manifestação artística.

FAQs

1. Qual é a importância da arte egípcia?

A arte egípcia é importante por diversas razões. Ela reflete a cultura e a religião da época em que foi produzida, e nos ajuda a compreender melhor a história e a sociedade egípcia. Além disso, ela apresenta um estilo único e marcante, que influenciou a arte de diversas outras culturas ao longo da história.

2. Qual é o objetivo da arte egípcia?

A arte egípcia tinha diversos objetivos, dependendo do contexto em que foi produzida. Muitas obras eram produzidas com um propósito religioso, como as pinturas que decoravam as paredes dos templos e túmulos, que representavam cenas da vida após a morte. Outras obras tinham um propósito funerário, como as esculturas que eram colocadas nos túmulos dos faraós e nobres, para protegê-los na vida após a morte. Além disso, a arte egípcia também era utilizada para celebrar a realeza e a nobreza, como as estátuas dos faraós e as pinturas que mostravam cenas da vida na corte.

3. Quais são as principais características da arte egípcia?

As principais características da arte egípcia são o estilo estilizado e geométrico das figuras, a utilização de cores vivas e brilhantes, a representação de cenas religiosas e funerárias, a presença de hieróglifos e símbolos, e a utilização de técnicas de escultura e pintura que permitiam a produção de obras duráveis e resistentes.

Related video of ufms sobre a arte egipcia é incorreto afirmar

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait