Requisitos Não Funcionais De Um Aplicativo

Reza June 22, 2021
PPT Requisitos de Software PowerPoint Presentation, free download

Um aplicativo é um software projetado para ser executado em dispositivos móveis ou computadores. Quando desenvolvemos um aplicativo, é importante não só considerar as funções que ele deve desempenhar, mas também os requisitos não funcionais. Os requisitos não funcionais são aqueles que não estão relacionados diretamente com as funcionalidades do aplicativo, mas sim com a sua qualidade, desempenho, segurança e outros aspectos importantes para a experiência do usuário.

Tipos de Requisitos Não Funcionais

Os requisitos não funcionais são diversos e variam de acordo com o aplicativo. Alguns exemplos comuns incluem:

  • Desempenho: o aplicativo deve ser rápido e responsivo, sem atrasos ou travamentos;
  • Segurança: o aplicativo deve ser seguro e proteger os dados do usuário contra acessos não autorizados;
  • Usabilidade: o aplicativo deve ser fácil de usar e intuitivo;
  • Confiabilidade: o aplicativo deve ser confiável e não apresentar falhas ou erros frequentes;
  • Escalabilidade: o aplicativo deve ser capaz de lidar com um grande número de usuários sem comprometer o desempenho;
  • Disponibilidade: o aplicativo deve estar disponível para uso a maior parte do tempo;
  • Manutenibilidade: o aplicativo deve ser fácil de manter e atualizar;
  • Portabilidade: o aplicativo deve ser capaz de rodar em diferentes sistemas operacionais e dispositivos.

Por que os Requisitos Não Funcionais são Importantes?

Os requisitos não funcionais são importantes porque afetam diretamente a experiência do usuário. Um aplicativo que é lento, inseguro ou difícil de usar não será bem aceito pelos usuários e pode até mesmo prejudicar a reputação da empresa. Além disso, muitos requisitos não funcionais estão relacionados com a eficiência e a economia de recursos, como a capacidade de lidar com um grande número de usuários sem a necessidade de investir em mais servidores ou infraestrutura.

Como Definir os Requisitos Não Funcionais?

A definição dos requisitos não funcionais começa com uma análise cuidadosa das necessidades do usuário e dos objetivos do aplicativo. É importante considerar as características do público-alvo, as limitações técnicas do dispositivo ou plataforma em que o aplicativo será executado, as restrições orçamentárias e outras variáveis relevantes. A seguir, apresentamos alguns passos que podem ajudar na definição dos requisitos não funcionais:

  1. Identifique os requisitos funcionais: antes de definir os requisitos não funcionais, é importante ter uma ideia clara das funcionalidades que o aplicativo deve oferecer;
  2. Identifique as restrições da plataforma: cada plataforma tem suas próprias limitações técnicas, como a capacidade de processamento, a memória disponível e a largura de banda. É importante levar essas restrições em consideração ao definir os requisitos não funcionais;
  3. Defina as métricas: cada requisito não funcional deve ser medido por alguma métrica específica. Por exemplo, o desempenho pode ser medido em termos de tempo de resposta ou de carga de CPU, enquanto a segurança pode ser medida em termos de vulnerabilidades detectadas;
  4. Estabeleça prioridades: nem todos os requisitos não funcionais têm a mesma importância. É importante estabelecer prioridades e determinar quais requisitos são mais críticos para o sucesso do aplicativo;
  5. Documente os requisitos: por fim, é importante documentar todos os requisitos não funcionais de forma clara e precisa, de modo que todos os membros da equipe de desenvolvimento possam entendê-los e trabalhar para atendê-los.

Exemplos de Requisitos Não Funcionais

A seguir, apresentamos alguns exemplos de requisitos não funcionais:

Desempenho

  • O aplicativo deve carregar em menos de 5 segundos;
  • O aplicativo deve ser capaz de lidar com 1000 usuários simultâneos sem comprometer o desempenho;
  • O aplicativo deve ser capaz de processar transações em menos de 1 segundo.

Segurança

  • O aplicativo deve utilizar criptografia para proteger os dados do usuário;
  • O aplicativo deve ser capaz de detectar tentativas de acesso não autorizado e bloqueá-las;
  • O aplicativo deve estar em conformidade com as normas de segurança da indústria, como PCI-DSS ou HIPAA.

Usabilidade

  • O aplicativo deve ter uma interface clara e intuitiva;
  • O aplicativo deve ser fácil de usar mesmo por usuários inexperientes;
  • O aplicativo deve ser acessível para usuários com deficiências visuais ou motoras.

Confiabilidade

  • O aplicativo deve ser capaz de rodar sem falhas por pelo menos 24 horas seguidas;
  • O aplicativo deve ser capaz de se recuperar automaticamente de falhas de hardware ou software;
  • O aplicativo deve ser capaz de armazenar os dados do usuário de forma segura e confiável.

Escalabilidade

  • O aplicativo deve ser capaz de lidar com um aumento de 10 vezes no número de usuários sem comprometer o desempenho;
  • O aplicativo deve ser capaz de se adaptar automaticamente ao aumento de demanda sem a necessidade de intervenção manual;
  • O aplicativo deve ser capaz de suportar o crescimento da empresa sem a necessidade de investimentos em infraestrutura adicionais.

Disponibilidade

  • O aplicativo deve estar disponível para uso por pelo menos 99% do tempo;
  • O aplicativo deve ser capaz de lidar com picos de tráfego sem comprometer a disponibilidade;
  • O aplicativo deve ser capaz de se recuperar automaticamente de falhas de hardware ou software.

Manutenibilidade

  • O aplicativo deve ser fácil de atualizar e manter;
  • O aplicativo deve ter um código limpo e organizado;
  • O aplicativo deve ser capaz de se integrar com outras ferramentas ou sistemas de forma fácil.

Portabilidade

  • O aplicativo deve ser capaz de rodar em diferentes sistemas operacionais, como Windows, macOS e Linux;
  • O aplicativo deve ser capaz de rodar em diferentes dispositivos, como desktops, laptops, smartphones e tablets;
  • O aplicativo deve ser capaz de se adaptar automaticamente às diferentes resoluções de tela e tamanhos de dispositivos.

Conclusão

Os requisitos não funcionais são tão importantes quanto os requisitos funcionais de um aplicativo. Eles afetam diretamente a experiência do usuário e podem determinar o sucesso ou o fracasso do aplicativo. Ao definir os requisitos não funcionais, é importante considerar as necessidades do usuário, as limitações técnicas da plataforma e as restrições orçamentárias. Além disso, é importante documentar todos os requisitos de forma clara e precisa, para que toda a equipe possa entendê-los e trabalhar para atendê-los.

For more information, please click the button below.

FAQs

1. Qual é a diferença entre requisitos funcionais e requisitos não funcionais?

Os requisitos funcionais são aqueles que se referem diretamente às funcionalidades do aplicativo, como a capacidade de realizar uma determinada tarefa. Já os requisitos não funcionais são aqueles que se referem à qualidade, des

Related video of requisitos não funcionais de um aplicativo

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait