Quem É O Sujeito Ou Agente Da Ação Nestes Enunciados

Reza February 7, 2022
PPT Tipos de Sujeito PowerPoint Presentation, free download ID1383322

Para entendermos quem é o sujeito ou agente da ação em um enunciado, é preciso primeiro entendermos o que é o sujeito e o que é o agente.

O que é o sujeito?

O sujeito é a pessoa, coisa ou animal que pratica a ação do verbo na frase. Geralmente, ele vem acompanhado do verbo e é o elemento que concorda com o verbo em número e pessoa. Por exemplo:

  • O gato comeu o rato.
  • João correu no parque.
  • As crianças brincam na praia.

Nesses exemplos, o sujeito é “o gato”, “João” e “as crianças”, respectivamente. Eles são aqueles que praticam as ações dos verbos “comeu”, “correu” e “brincam”.

O que é o agente?

O agente é aquele que pratica a ação do verbo, mas nem sempre é o sujeito da frase. Ele pode ser introduzido por uma preposição, como “por” ou “de”. Por exemplo:

  • O bolo foi feito pela mãe.
  • A casa foi comprada por João.
  • O carro foi consertado pelo mecânico.

Nesses exemplos, o sujeito é “o bolo”, “a casa” e “o carro”, respectivamente. Mas quem realizou as ações de “fazer”, “comprar” e “consertar” foram “a mãe”, “João” e “o mecânico”. Eles são os agentes da ação.

Exemplos de enunciados

Agora que já entendemos o que é o sujeito e o agente, podemos analisar alguns enunciados e identificar quem é o sujeito ou agente da ação. Vejamos:

For more information, please click the button below.

1. O livro foi escrito por Machado de Assis.

Nesse enunciado, o sujeito é “o livro”, pois é ele que sofre a ação de “ser escrito”. Já o agente da ação é “Machado de Assis”, que é quem escreveu o livro.

2. A casa foi vendida pelo proprietário.

Nesse enunciado, o sujeito é “a casa”, pois é ela que sofre a ação de “ser vendida”. Já o agente da ação é “o proprietário”, que é quem vendeu a casa.

3. O bolo foi comido pela criança.

Nesse enunciado, o sujeito é “o bolo”, pois é ele que sofre a ação de “ser comido”. Já o agente da ação é “a criança”, que é quem comeu o bolo.

4. A música foi tocada pelo pianista.

Nesse enunciado, o sujeito é “a música”, pois é ela que sofre a ação de “ser tocada”. Já o agente da ação é “o pianista”, que é quem tocou a música.

5. A porta foi aberta pelo chaveiro.

Nesse enunciado, o sujeito é “a porta”, pois é ela que sofre a ação de “ser aberta”. Já o agente da ação é “o chaveiro”, que é quem abriu a porta.

Conclusão

Identificar o sujeito e o agente da ação em um enunciado é fundamental para compreendermos a estrutura da frase e o sentido que ela quer transmitir. O sujeito é aquele que pratica a ação do verbo, enquanto o agente é aquele que realiza a ação, mas nem sempre é o sujeito da frase. Ao analisarmos os exemplos de enunciados, fica claro como esses elementos são importantes para a construção da frase.

FAQs

1. O sujeito sempre é aquele que pratica a ação do verbo?

Sim, o sujeito é aquele que pratica a ação do verbo na frase. No entanto, nem sempre ele está explícito na frase, podendo ser identificado por meio do contexto ou da concordância verbal.

2. O agente sempre é introduzido por uma preposição?

Não necessariamente. O agente pode ser introduzido por uma preposição, como “por” ou “de”, mas também pode vir sem preposição, como em “João comeu o bolo”. Nesse caso, “João” é tanto o sujeito quanto o agente da ação.

3. O agente sempre tem que estar presente na frase?

Não necessariamente. Em algumas frases, o agente pode não estar presente, como em “A árvore foi derrubada pelo vento”. Nesse caso, o agente é o vento, mas ele não está presente na frase. Esse tipo de construção é chamado de voz passiva.

Related video of quem é o sujeito ou agente da ação nestes enunciados

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait