Portaria 2.436 De 21 De Setembro De 2017

Reza October 6, 2021
Portaria 2.436 21 de setembro 2017 nova pnab

A Portaria 2.436 de 21 de setembro de 2017 é uma norma emitida pelo Ministério da Saúde que estabelece a Política Nacional de Atenção Básica (PNAB). Essa política tem como objetivo reorganizar a atenção básica no país, tornando-a mais eficiente e resolutiva, buscando a melhoria da qualidade de vida da população brasileira.

O que é a Política Nacional de Atenção Básica?

A Política Nacional de Atenção Básica (PNAB) é uma política pública do Ministério da Saúde que tem como objetivo reorganizar a atenção básica no Brasil. Essa política busca a promoção da saúde, a prevenção de doenças e a solução dos problemas de saúde mais comuns da população brasileira, por meio de um atendimento mais próximo e humanizado.

A PNAB é voltada para a atenção básica, que é a porta de entrada do Sistema Único de Saúde (SUS). A atenção básica é composta por uma equipe multidisciplinar, formada por médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, dentistas, entre outros profissionais da saúde. Essa equipe é responsável por atender a população em suas necessidades de saúde, coordenar o cuidado e garantir o acesso aos serviços de saúde de forma integral e resolutiva.

Quais são as principais mudanças estabelecidas pela Portaria 2.436/2017?

A Portaria 2.436/2017 estabeleceu diversas mudanças na Política Nacional de Atenção Básica (PNAB). Algumas das principais mudanças são:

  • A definição de novas diretrizes para a atenção básica;
  • A ampliação da quantidade de equipes de saúde da família;
  • A redução do número mínimo de consultas médicas por habitante ao ano;
  • A inclusão de novas práticas integrativas e complementares, como acupuntura, terapia comunitária, entre outras;
  • O incentivo ao uso de tecnologias de informação e comunicação na saúde;
  • A valorização do trabalho em equipe e da participação da comunidade na gestão da saúde;
  • A definição de novos critérios para a habilitação das equipes de saúde da família e dos núcleos de apoio à saúde da família.

Qual é a importância da Portaria 2.436/2017?

A Portaria 2.436/2017 é importante por estabelecer diretrizes claras para a atenção básica no Brasil. Com essa norma, é possível padronizar a atenção básica em todo o país, garantindo um atendimento mais eficiente e resolutivo para a população. Além disso, a Portaria 2.436/2017 busca valorizar o trabalho em equipe, a participação da comunidade na gestão da saúde e o uso de tecnologias de informação e comunicação na saúde.

A PNAB é uma política fundamental para a saúde pública brasileira, pois é na atenção básica que a maioria dos problemas de saúde pode ser resolvida de forma mais eficiente e econômica. Com a Portaria 2.436/2017, é possível avançar na construção de um SUS mais eficiente e humanizado, que atenda às necessidades da população brasileira.

For more information, please click the button below.

Como a Portaria 2.436/2017 impacta a população brasileira?

A Portaria 2.436/2017 tem um impacto direto na vida da população brasileira, pois estabelece diretrizes para a atenção básica, que é a porta de entrada do SUS. Com essa norma, é possível garantir um atendimento mais eficiente e resolutivo para a população, além de valorizar o trabalho em equipe e a participação da comunidade na gestão da saúde.

A PNAB busca promover a promoção da saúde, a prevenção de doenças e a solução dos problemas de saúde mais comuns da população brasileira, por meio de um atendimento mais próximo e humanizado. Com a Portaria 2.436/2017, é possível garantir que a atenção básica seja prestada de forma mais eficiente e resolutiva, buscando a melhoria da qualidade de vida da população brasileira.

Quais são os desafios para a implementação da Portaria 2.436/2017?

A implementação da Portaria 2.436/2017 não é uma tarefa simples, pois exige mudanças significativas na forma como a atenção básica é prestada no Brasil. Alguns dos principais desafios para a implementação dessa norma são:

  • A necessidade de ampliar a quantidade de equipes de saúde da família;
  • A capacitação dos profissionais de saúde para a adoção das novas práticas integrativas e complementares;
  • A necessidade de ampliar o uso de tecnologias de informação e comunicação na saúde;
  • A garantia da participação da comunidade na gestão da saúde;
  • A necessidade de ampliar o financiamento da atenção básica.

Apesar dos desafios, a implementação da Portaria 2.436/2017 é fundamental para a melhoria da qualidade de vida da população brasileira. Com essa norma, é possível avançar na construção de um SUS mais eficiente e humanizado, que atenda às necessidades da população brasileira.

Como a população pode contribuir para a implementação da Portaria 2.436/2017?

A população brasileira pode contribuir para a implementação da Portaria 2.436/2017 de diversas formas, como:

  • Participando das atividades de saúde promovidas pelas equipes de saúde da família;
  • Exigindo um atendimento mais eficiente e resolutivo na atenção básica;
  • Participando das atividades de gestão da saúde, como as conferências de saúde e os conselhos de saúde;
  • Cobrando dos gestores públicos a ampliação do financiamento da atenção básica;
  • Divulgando a importância da atenção básica para a saúde pública brasileira.

A participação da população na gestão da saúde é fundamental para garantir um atendimento mais eficiente e resolutivo na atenção básica. Com a Portaria 2.436/2017, é possível avançar na construção de um SUS mais eficiente e humanizado, que atenda às necessidades da população brasileira.

Conclusão

A Portaria 2.436/2017 é uma norma fundamental para a saúde pública brasileira, pois estabelece diretrizes claras para a atenção básica no Brasil. Com essa norma, é possível garantir um atendimento mais eficiente e resolutivo para a população, além de valorizar o trabalho em equipe e a participação da comunidade na gestão da saúde.

A implementação da Portaria 2.436/2017 não é uma tarefa simples, mas é fundamental para a melhoria da qualidade de vida da população brasileira. Com essa norma, é possível avançar na construção de um SUS mais eficiente e humanizado, que atenda às necessidades da população brasileira.

FAQs

1. A Portaria 2.436/2017 já está em vigor?

Sim, a Portaria 2.436/2017 está em vigor desde a sua publicação em 21 de setembro de 2017.

2. Qual é a diferença entre a atenção básica e a atenção secundária e terciária?

A atenção básica é a porta de entrada do SUS e é responsável pelo atendimento das necessidades de saúde mais comuns da população. Já a atenção secundária e terciária são responsáveis pelo atendimento de casos mais complexos, como cirurgias e tratamentos especializados.

3. Como é financiada a atenção básica?

A atenção básica é financiada por meio do Fundo Nacional de Saúde, que é abastecido com recursos da União, dos estados e dos municípios.

Related video of portaria 2.436 de 21 de setembro de 2017

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait