Porque Os Judeus Rasgam As Roupas Quando Alguém Morre

Reza October 25, 2021
Jewish Funeral Traditions 15 Important Things You Need To Know

O judaísmo é uma religião que possui uma série de rituais e costumes que são seguidos pelos seus praticantes. Um desses rituais é o ato de rasgar as roupas quando alguém morre, que é conhecido como Kriá.

O que é Kriá?

Kriá é o ato de rasgar as roupas em sinal de luto. Esse costume é muito antigo e tem origem na Torá, que é o livro sagrado do judaísmo. De acordo com a tradição judaica, quando alguém morre, a alma da pessoa passa por um julgamento divino. O ato de rasgar as roupas é uma forma de demonstrar a tristeza e a dor pela perda, além de ser um sinal de humildade diante de Deus.

Por que rasgar as roupas?

A tradição de rasgar as roupas tem origem na história bíblica de Jacó, que ao receber a notícia da morte do seu filho José, rasgou as suas roupas em sinal de luto. Esse gesto se tornou um símbolo de tristeza e dor pela perda de alguém querido.

No judaísmo, o ato de rasgar as roupas é uma forma de demonstrar que a morte de alguém é uma perda irreparável e que a vida nunca mais será a mesma. Além disso, o Kriá é uma forma de mostrar que o luto é um processo importante e necessário para a cura emocional e espiritual.

Como é feito o Kriá?

O Kriá é feito de forma simbólica, e não é necessário rasgar as roupas de fato. Geralmente, a pessoa que está de luto rasga uma pequena parte da roupa que está usando, perto do coração. É comum que os homens rasguem a camisa, enquanto as mulheres rasgam uma peça de roupa que cubra o colo.

O Kriá é realizado durante o velório ou enterro da pessoa que faleceu, e é feito por parentes próximos, como filhos, cônjuges, pais, irmãos e avós. Além disso, é comum que outras pessoas próximas à família também realizem o Kriá em sinal de solidariedade e respeito pela perda.

For more information, please click the button below.

Quanto tempo deve durar o luto?

O luto é um processo individual e não existe um tempo determinado para que ele dure. No judaísmo, o período de luto oficial é de sete dias, conhecido como Shiva. Durante esse período, os familiares da pessoa falecida recebem visitas de amigos e familiares, que prestam solidariedade e oferecem conforto emocional.

Após o período de Shiva, há um período de trinta dias, conhecido como Sheloshim. Durante esse período, os familiares continuam de luto e evitam participar de eventos sociais e comemorações. Além disso, os homens não se barbeiam durante os trinta dias de Sheloshim.

No entanto, para algumas pessoas, o processo de luto pode durar mais do que os trinta dias de Sheloshim, e isso é algo completamente normal e respeitado dentro da comunidade judaica.

Conclusão

O ato de rasgar as roupas em sinal de luto é uma tradição muito antiga dentro do judaísmo. Esse costume, conhecido como Kriá, é uma forma simbólica de demonstrar a tristeza e a dor pela perda de alguém querido, além de ser um sinal de humildade diante de Deus. O luto é um processo individual e não existe um tempo determinado para que ele dure, mas o período oficial de luto no judaísmo é de sete dias (Shiva) e trinta dias (Sheloshim).

FAQs

1. A tradição do Kriá é seguida por todas as correntes do judaísmo?

Sim, a tradição do Kriá é seguida por todas as correntes do judaísmo, sejam elas ortodoxas, conservadoras ou reformistas.

2. O Kriá é realizado apenas pelos familiares da pessoa falecida?

Não, o Kriá pode ser realizado por qualquer pessoa próxima à família que queira prestar solidariedade e respeito pela perda.

3. É necessário rasgar as roupas de fato para fazer o Kriá?

Não, o Kriá é feito de forma simbólica e não é necessário rasgar as roupas de fato. Geralmente, a pessoa que está de luto rasga uma pequena parte da roupa que está usando, perto do coração.

Related video of porque os judeus rasgam as roupas quando alguem morre

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait