"Poema Em Linha Reta" De Fernando Pessoa

Reza April 22, 2021
Poema em linha reta Álvaro de Campos (Fernando Pessoa) em 2020 Poema

Introdução

Fernando Pessoa foi um dos maiores poetas portugueses do século XX, famoso por sua habilidade em criar heterônimos, ou seja, personalidades fictícias com estilos literários diferentes. Em seu poema “Poema em Linha Reta”, Pessoa utiliza uma linguagem simples e direta para expressar suas reflexões sobre o significado da vida e da morte. Neste artigo, vamos explorar as principais características deste poema e como ele se relaciona com a obra de Pessoa como um todo.

Análise do poema

“Poema em Linha Reta” é um poema curto, composto por apenas quatro versos: “Nunca conheci quem tivesse levado porrada. Todos os meus conhecidos têm sido campeões em tudo. E eu, tantas vezes reles, tantas vezes porco, tantas vezes vil, Eu tantas vezes irrespondivelmente parasita, Que chego a desanimar da verdadeira vocação humana.” O poema começa com uma afirmação aparentemente simples: o eu-lírico nunca conheceu alguém que não tenha sido agredido ou sofrido na vida. No entanto, a partir do segundo verso, o tom muda drasticamente. O eu-lírico afirma que todos os seus conhecidos são campeões em tudo, enquanto ele se vê como reles, porco e vil. O contraste entre a imagem que o eu-lírico tem de si mesmo e a dos outros é evidente. O terceiro verso é particularmente interessante, pois o eu-lírico se descreve como “irrespondivelmente parasita”. Esta expressão sugere uma falta de controle sobre sua própria vida, como se ele fosse dependente dos outros para sobreviver. O eu-lírico afirma que, por causa disso, ele “chega a desanimar da verdadeira vocação humana”. Essa última frase é a chave para entender a mensagem do poema. Pessoa sugere que a “verdadeira vocação humana” é ser capaz de lidar com os desafios da vida, incluindo as porradas que levamos ao longo do caminho. Ele argumenta que, ao contrário dos seus conhecidos, que são “campeões em tudo”, ele não tem essa capacidade. O eu-lírico se vê como um parasita, alguém que não tem a força necessária para enfrentar as dificuldades da vida. No final do poema, Pessoa sugere que essa incapacidade é algo inerente à natureza humana. Ele não parece estar criticando a si mesmo por ser fraco, mas sim refletindo sobre a condição humana como um todo. O poema sugere que a maioria das pessoas não tem a capacidade de ser verdadeiros “campeões” na vida, e que isso é algo que deve ser aceito.

Contexto histórico e literário

“Poema em Linha Reta” foi escrito em 1935, um ano antes da morte de Pessoa. Nessa época, Portugal estava sob a ditadura de Salazar, e a liberdade de expressão era limitada. Pessoa, que era conhecido por sua personalidade introspectiva e sua recusa em participar de movimentos políticos, teve uma carreira literária discreta durante sua vida. Foi apenas após sua morte que sua obra começou a ser reconhecida como uma das mais importantes da literatura portuguesa. Pessoa era conhecido por sua habilidade em criar heterônimos, personalidades fictícias com estilos literários diferentes. O poema “Poema em Linha Reta” foi escrito sob o heterônimo de Álvaro de Campos, um engenheiro naval fictício que representava o lado mais racional e científico de Pessoa. A linguagem simples e direta deste poema é uma das características do estilo de Campos, que é conhecido por sua busca por uma linguagem objetiva e clara.

Conclusão

“Poema em Linha Reta” é um dos poemas mais famosos de Fernando Pessoa e é um exemplo da habilidade do poeta em expressar reflexões profundas de uma maneira simples e direta. O poema sugere que a maioria das pessoas não tem a capacidade de lidar com as porradas da vida, e que isso é uma parte inerente da condição humana. Como muitos dos poemas de Pessoa, “Poema em Linha Reta” é uma reflexão sobre a existência e o significado da vida.

FAQs

1. Qual é a mensagem principal de “Poema em Linha Reta”?

A mensagem principal do poema é que a maioria das pessoas não tem a capacidade de lidar com as porradas da vida, e que isso é uma parte inerente da condição humana. O poema sugere que a verdadeira vocação humana é ser capaz de lidar com os desafios da vida, incluindo as porradas que levamos ao longo do caminho.

2. Qual é o contexto histórico em que o poema foi escrito?

“Poema em Linha Reta” foi escrito em 1935, um ano antes da morte de Pessoa. Nessa época, Portugal estava sob a ditadura de Salazar, e a liberdade de expressão era limitada. Pessoa, que era conhecido por sua personalidade introspectiva e sua recusa em participar de movimentos políticos, teve uma carreira literária discreta durante sua vida.

For more information, please click the button below.

3. Por que Fernando Pessoa é conhecido por criar heterônimos?

Fernando Pessoa era conhecido por sua habilidade em criar heterônimos, personalidades fictícias com estilos literários diferentes. Ele acreditava que a criação de heterônimos permitia que ele explorasse diferentes aspectos de sua personalidade e expressasse ideias de maneira mais eficaz. Cada heterônimo de Pessoa tinha uma voz e um estilo literário únicos, permitindo que ele explorasse uma ampla gama de temas e estilos literários em sua obra.

Related video of poema em linha reta fernando pessoa

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait