Os Doze Discípulos E Seus Defeitos

Reza August 2, 2022
Ensiname a Rezar. Jesus escolhe os doze apóstolos!
Os doze discípulos foram escolhidos por Jesus Cristo para serem seus seguidores mais próximos, testemunhas de seus ensinamentos e milagres, e para continuar sua missão após sua morte e ressurreição. No entanto, mesmo sendo escolhidos por Jesus, cada um dos discípulos tinha seus próprios defeitos e fraquezas que muitas vezes os colocavam em conflito com os outros e com Jesus. Neste artigo, vamos explorar os defeitos de cada um dos doze discípulos e como eles afetaram sua relação com Jesus e sua missão.

Simão Pedro

Simão Pedro foi o líder dos doze discípulos e o mais próximo de Jesus. No entanto, ele também era conhecido por sua impulsividade e falta de controle emocional. Por exemplo, quando Jesus foi preso pelos soldados romanos, Pedro cortou a orelha de um dos soldados com uma espada, o que levou Jesus a repreendê-lo e curar o soldado. Além disso, Pedro negou conhecer Jesus três vezes durante o julgamento de Jesus, apesar de ter prometido que nunca o abandonaria.

Tiago e João

Tiago e João eram irmãos e filhos de Zebedeu. Eles eram conhecidos como “filhos do trovão” devido ao seu temperamento explosivo e desejo de poder e autoridade. Por exemplo, em uma ocasião, eles pediram a Jesus para sentar em seus lados direito e esquerdo no reino de Deus, o que causou ciúmes e ressentimento entre os outros discípulos.

Judas Iscariotes

Judas Iscariotes foi o discípulo que traiu Jesus por trinta moedas de prata. Ele era conhecido por sua ganância e amor ao dinheiro, o que o levou a roubar dos cofres comuns dos discípulos. Além disso, ele foi descrito como um mentiroso e um hipócrita, pois enquanto aparentava ser um seguidor fiel de Jesus, ele estava secretamente planejando traí-lo.

André

André era o irmão de Simão Pedro e foi o primeiro discípulo a ser chamado por Jesus. Ele era conhecido por seu desejo de agradar a todos e sua falta de confiança em si mesmo. Por exemplo, quando uma multidão de cinco mil pessoas precisava ser alimentada, André duvidou que eles tivessem comida suficiente para todos, enquanto Jesus realizou o milagre da multiplicação dos pães e peixes.

Filipe

Filipe era conhecido por ser prático e lógico, mas também por sua falta de fé e imaginação. Quando Jesus perguntou a Filipe como alimentar a multidão de cinco mil, Filipe disse que eles não tinham dinheiro suficiente para comprar comida, em vez de sugerir um milagre. Além disso, quando um grupo de gregos queria encontrar Jesus, Filipe não sabia como lidar com a situação e pediu ajuda a André.

Bartolomeu

Bartolomeu, também conhecido como Natanael, era conhecido por sua honestidade e franqueza. No entanto, ele também era um pouco cínico e desconfiado. Quando Filipe disse a ele que tinham encontrado o Messias prometido nas Escrituras, Jesus de Nazaré, Bartolomeu respondeu: “Pode alguma coisa boa vir de Nazaré?”.

For more information, please click the button below.

Mateus

Mateus era um cobrador de impostos antes de se tornar um discípulo de Jesus. Ele era conhecido por sua habilidade em lidar com dinheiro e finanças, mas também por sua associação com os pecadores e sua reputação duvidosa. Muitos judeus consideravam os cobradores de impostos como traidores, pois coletavam impostos para o império romano.

Tomé

Tomé era conhecido como o “incrédulo” por causa de sua falta de fé e sua necessidade de prova. Quando os outros discípulos contaram a ele que haviam visto Jesus ressuscitado, ele disse: “Se eu não vir as marcas dos pregos em suas mãos e colocar meu dedo nelas, e colocar minha mão em seu lado, não acreditarei”.

Tiago, filho de Alfeu

Tiago, filho de Alfeu, é mencionado apenas algumas vezes nos evangelhos e pouco se sabe sobre ele. Ele é descrito como um homem justo e fiel, mas sem muita personalidade ou destaque entre os outros discípulos.

Judas Tadeu

Judas Tadeu, também conhecido como Judas, filho de Tiago, é outro discípulo sobre o qual pouco se sabe. Ele é mencionado apenas algumas vezes nos evangelhos e parece ter sido um seguidor fiel e dedicado de Jesus.

Simão, o Zelote

Simão, o Zelote, era um membro do partido dos zelotes, um grupo radical que lutava contra a ocupação romana da Judeia. Ele era conhecido por seu fervor nacionalista e sua disposição para usar a violência para alcançar seus objetivos. No entanto, após se tornar um discípulo de Jesus, ele abandonou sua luta armada e se concentrou em espalhar a mensagem de amor e paz de Jesus.

Judas, irmão de Tiago

Judas, irmão de Tiago, também conhecido como Judas Tadeu, é outro discípulo sobre o qual pouco se sabe. Ele é mencionado apenas algumas vezes nos evangelhos e parece ter sido um seguidor fiel e dedicado de Jesus.

Em resumo, os doze discípulos de Jesus eram homens comuns com seus próprios defeitos e fraquezas. No entanto, Jesus os escolheu para serem seus seguidores mais próximos e para continuar sua missão de espalhar a mensagem de amor e paz ao mundo. Apesar de seus defeitos, os discípulos foram transformados pela presença e ensinamentos de Jesus e se tornaram líderes da igreja primitiva após sua morte e ressurreição.

FAQs

Quais foram os defeitos mais graves dos discípulos?

O defeito mais grave dos discípulos foi a traição de Judas Iscariotes, que entregou Jesus por trinta moedas de prata. Além disso, Simão Pedro negou conhecer Jesus três vezes durante o julgamento de Jesus, apesar de ter prometido que nunca o abandonaria.

Como os defeitos dos discípulos afetaram sua relação com Jesus?

Os defeitos dos discípulos muitas vezes colocavam em conflito com Jesus e entre si. Por exemplo, Tiago e João pediram a Jesus para sentar em seus lados direito e esquerdo no reino de Deus, o que causou ciúmes e ressentimento entre os outros discípulos. Além disso, quando Jesus foi preso pelos soldados romanos, Pedro cortou a orelha de um dos soldados com uma espada, o que levou Jesus a repreendê-lo e curar o soldado. No entanto, Jesus nunca desistiu de seus discípulos e continuou a ensiná-los e orientá-los até o fim.

Como os defeitos dos discípulos foram superados?

Os defeitos dos discípulos foram superados pela presença e ensinamentos de Jesus. Ele os ensinou a amar e perdoar uns aos outros, a confiar nele e em Deus, e a viver em paz e harmonia com todos. Além disso, após sua morte e ressurreição, os discípulos foram preenchidos com o Espírito Santo, que lhes deu coragem e sabedoria para continuar a missão de Jesus e espalhar a mensagem de amor e paz ao mundo.

Related video of os doze discípulos e seus defeitos

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait