O Que É O Dualismo Platônico?

Reza February 21, 2023
pensieroerealtà il dualismo platonico

O dualismo platônico é uma teoria filosófica que foi proposta por Platão, um dos mais importantes filósofos gregos da antiguidade. Sua teoria defende a existência de duas realidades distintas, uma material e outra imaterial ou espiritual, que são completamente diferentes e independentes. Essas realidades são chamadas de mundo sensível e mundo inteligível, respectivamente.

Mundo sensível

O mundo sensível é a realidade que nos cerca, a qual é acessível através dos nossos sentidos. É o mundo da matéria, do corpo físico, da natureza e tudo o que é perceptível pelos nossos sentidos. Platão acreditava que o mundo sensível é imperfeito, mutável e efêmero, ou seja, está em constante mudança e não pode ser considerado a verdadeira realidade.

Mundo inteligível

O mundo inteligível é a realidade que não pode ser percebida pelos nossos sentidos, mas apenas pela razão e pela inteligência. É o mundo das ideias, dos valores, das formas e das essências eternas. Platão acreditava que o mundo inteligível é perfeito, imutável e eterno, ou seja, é a verdadeira realidade.

A relação entre os dois mundos

Segundo Platão, a alma humana é dividida em duas partes: a parte racional, que pertence ao mundo inteligível, e a parte irracional, que pertence ao mundo sensível. A parte racional é capaz de compreender as verdades eternas e imutáveis do mundo inteligível, enquanto a parte irracional está presa às necessidades e desejos do mundo sensível.

Para Platão, a verdadeira felicidade só pode ser alcançada quando a parte racional da alma domina a parte irracional, permitindo que o indivíduo se liberte das amarras do mundo sensível e alcance a verdadeira realidade do mundo inteligível.

Influência do dualismo platônico na filosofia ocidental

O dualismo platônico exerceu uma grande influência na filosofia ocidental, especialmente na filosofia medieval e na filosofia moderna. A ideia de que existe uma realidade suprema, perfeita e eterna, além do mundo sensível, é uma das bases do pensamento religioso e metafísico ocidental.

For more information, please click the button below.

Além disso, o dualismo platônico também influenciou a filosofia política, já que Platão acreditava que a sociedade ideal deveria ser governada por filósofos, ou seja, por aqueles que são capazes de compreender as verdades eternas do mundo inteligível.

Críticas ao dualismo platônico

O dualismo platônico não é uma teoria isenta de críticas. Uma das principais críticas é que a separação entre o mundo sensível e o mundo inteligível é muito rígida, e que não há espaço para a interação entre as duas realidades.

Além disso, o dualismo platônico pode ser considerado uma teoria elitista, já que defende que apenas os filósofos são capazes de compreender as verdades eternas do mundo inteligível, deixando de lado a grande maioria das pessoas.

O dualismo platônico é uma teoria filosófica que propõe a existência de duas realidades distintas, o mundo sensível e o mundo inteligível. Essa teoria exerceu uma grande influência na filosofia ocidental, especialmente na filosofia religiosa e metafísica, além de ter influenciado a filosofia política.

No entanto, o dualismo platônico também é alvo de críticas, especialmente pela rigidez da separação entre as duas realidades e pela sua potencial elitização.

FAQs

1. Qual é a diferença entre o mundo sensível e o mundo inteligível?

O mundo sensível é a realidade que nos cerca e que pode ser percebida pelos nossos sentidos, enquanto o mundo inteligível é a realidade que não pode ser percebida pelos nossos sentidos, mas apenas pela razão e pela inteligência. O mundo sensível é imperfeito, mutável e efêmero, enquanto o mundo inteligível é perfeito, imutável e eterno.

2. Como a alma humana se relaciona com o dualismo platônico?

Para Platão, a alma humana é dividida em duas partes: a parte racional, que pertence ao mundo inteligível, e a parte irracional, que pertence ao mundo sensível. A parte racional é capaz de compreender as verdades eternas e imutáveis do mundo inteligível, enquanto a parte irracional está presa às necessidades e desejos do mundo sensível.

3. Quais são as críticas mais comuns ao dualismo platônico?

As críticas mais comuns ao dualismo platônico são a rigidez da separação entre as duas realidades, a falta de interação entre as duas realidades, e a potencial elitização da teoria, já que defende que apenas os filósofos são capazes de compreender as verdades eternas do mundo inteligível.

Related video of o que é o dualismo platônico

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait