O Que É Hormônio Tireoestimulante Ultra Sensível (Tsh)?

Reza November 18, 2022
Pin em Clinicas Caio

Introdução

O hormônio tireoestimulante ultra sensível (TSH, sigla em inglês) é um hormônio produzido pela glândula pituitária anterior, situada na base do cérebro. Ele é responsável por controlar a produção dos hormônios tireoidianos T3 (triiodotironina) e T4 (tiroxina), que são produzidos pela glândula tireoide, localizada no pescoço. O TSH é considerado ultra sensível quando a sua dosagem é realizada com técnicas altamente sensíveis, capazes de detectar níveis muito baixos do hormônio. Isso permite a identificação precoce de alterações na função tireoidiana, mesmo em estágios iniciais.

Funcionamento

O TSH é produzido pela hipófise anterior sob controle do hipotálamo, que libera o hormônio liberador de tireotrofina (TRH). Quando os níveis de T3 e T4 estão baixos no sangue, o TRH é liberado, estimulando a produção de TSH pela hipófise. O TSH, por sua vez, estimula as células da tireoide a produzirem e liberarem T3 e T4 na corrente sanguínea. Quando os níveis desses hormônios estão elevados, o feedback negativo inibe a liberação de TRH e, consequentemente, de TSH. Dessa forma, o TSH é considerado um marcador indireto da função tireoidiana. Seu aumento indica uma diminuição nos níveis de T3 e T4, enquanto a diminuição do TSH indica um aumento desses hormônios.

Indicações de dosagem de TSH ultra sensível

A dosagem de TSH ultra sensível é indicada em diversas situações clínicas, como:

1. Avaliação da função tireoidiana

A dosagem de TSH ultra sensível é o teste de primeira linha para avaliar a função tireoidiana. Quando os níveis de TSH estão elevados, indica hipotireoidismo primário, ou seja, uma diminuição na produção de T3 e T4 pela tireoide. Por outro lado, quando os níveis de TSH estão diminuídos, pode indicar hipertireoidismo primário, ou seja, um aumento na produção de T3 e T4 pela tireoide.

2. Monitoramento de pacientes com doenças tireoidianas

A dosagem de TSH ultra sensível é útil para monitorar pacientes que já possuem doenças tireoidianas, como hipotireoidismo ou hipertireoidismo. Ela permite avaliar se o tratamento está sendo eficaz e se os níveis de TSH estão adequados.

3. Avaliação de pacientes com sintomas inespecíficos

A dosagem de TSH ultra sensível pode ser solicitada para avaliar pacientes que apresentam sintomas inespecíficos, como fadiga, ganho ou perda de peso inexplicável, alterações no sono, entre outros. Esses sintomas podem estar relacionados a alterações na função tireoidiana, e a dosagem de TSH pode ajudar a identificar essa condição.

For more information, please click the button below.

Interpretação dos resultados de TSH ultra sensível

Os resultados da dosagem de TSH ultra sensível devem ser interpretados pelo médico, considerando o quadro clínico do paciente e outros exames complementares. Em geral, considera-se que os níveis normais de TSH ultra sensível variam entre 0,4 mUI/L e 4,0 mUI/L. No entanto, esse intervalo pode variar de acordo com o laboratório que realiza o exame e a idade do paciente.

1. Níveis elevados de TSH ultra sensível

Os níveis elevados de TSH ultra sensível indicam hipotireoidismo primário, ou seja, uma diminuição na produção de T3 e T4 pela tireoide. Isso pode ocorrer devido a diversas causas, como: – Tireoidite de Hashimoto: uma doença autoimune que causa inflamação da tireoide e redução na produção de hormônios tireoidianos; – Iodo insuficiente na dieta: o iodo é fundamental para a produção dos hormônios tireoidianos, e sua deficiência pode levar ao hipotireoidismo; – Cirurgia de tireoide: em alguns casos, a cirurgia da tireoide pode levar à diminuição na produção de hormônios tireoidianos; – Uso de medicamentos: alguns medicamentos, como amiodarona e lítio, podem interferir na produção de hormônios tireoidianos.

2. Níveis diminuídos de TSH ultra sensível

Os níveis diminuídos de TSH ultra sensível indicam hipertireoidismo primário, ou seja, um aumento na produção de T3 e T4 pela tireoide. Isso pode ocorrer devido a diversas causas, como: – Doença de Graves: uma doença autoimune que causa aumento da produção de hormônios tireoidianos; – Nódulos tireoidianos hiperfuncionantes: alguns nódulos podem produzir hormônios tireoidianos em excesso, levando ao hipertireoidismo; – Uso de medicamentos: alguns medicamentos, como hormônios tireoidianos em excesso, podem levar ao hipertireoidismo.

Conclusão

O hormônio tireoestimulante ultra sensível (TSH) é um importante marcador da função tireoidiana. Sua dosagem é indicada em diversas situações clínicas, como avaliação da função tireoidiana, monitoramento de pacientes com doenças tireoidianas e avaliação de pacientes com sintomas inespecíficos. Os resultados da dosagem de TSH ultra sensível devem ser interpretados pelo médico, considerando o quadro clínico do paciente e outros exames complementares. Níveis elevados de TSH ultra sensível indicam hipotireoidismo primário, enquanto níveis diminuídos indicam hipertireoidismo primário.

FAQs

1. Qual a diferença entre TSH e TSH ultra sensível?

O TSH ultra sensível é uma técnica de dosagem mais sensível do que a dosagem convencional de TSH. Ela é capaz de detectar níveis muito baixos de TSH, permitindo a identificação precoce de alterações na função tireoidiana.

2. Como é feita a dosagem de TSH ultra sensível?

A dosagem de TSH ultra sensível é feita a partir de uma amostra de sangue do paciente. O sangue é colhido em um tubo de coleta e enviado ao laboratório para análise.

3. Quais os sintomas do hipotireoidismo primário?

Os sintomas do hipotireoidismo primário incluem fadiga, ganho de peso, pele seca, queda de cabelo, constipação intestinal, sensação de frio, entre outros. Esses sintomas podem variar de intensidade e são mais comuns em mulheres e idosos.

Related video of o que é hormonio tireoestimulante ultra sensivel tsh

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait