O Padrão Internacional Iso 2016 Define Os Tamanhos De Papel

Reza April 16, 2021
APRENDA SOBRE FORMATOS DE PAPEL Flycopy Copiadora

O padrão internacional ISO 216 é uma norma técnica que define os tamanhos de papel utilizados em todo o mundo. Essa norma foi criada pela International Organization for Standardization (ISO), uma organização não governamental com sede em Genebra, Suíça, que desenvolve padrões técnicos para diversos setores.

A história do padrão ISO 216

O uso de formatos de papel padronizados não é algo novo. Na verdade, a ideia de padronizar tamanhos de papel remonta ao século XVIII, quando o fabricante de papel alemão Georg Christoph Lichtenberg propôs um sistema de tamanhos de papel baseado em proporções geométricas simples. Esse sistema foi posteriormente adotado por outros fabricantes de papel na Europa.

No entanto, a padronização de tamanhos de papel ainda era um problema em nível internacional. Cada país tinha seu próprio sistema de tamanhos de papel, o que dificultava o comércio e a comunicação entre diferentes regiões do mundo.

Foi então que, em 1949, a Organização Internacional de Padronização (ISO) formou um comitê técnico com o objetivo de padronizar os tamanhos de papel em todo o mundo. Esse comitê levou em consideração os sistemas existentes na época, incluindo o sistema alemão de Lichtenberg.

Após vários anos de trabalho, o comitê técnico da ISO apresentou o padrão ISO 216 em 1975. Esse padrão estabelece uma série de tamanhos de papel, que são conhecidos como a série A. Essa série é baseada em proporções geométricas simples e tem como base o tamanho A0, que mede 1 metro quadrado.

Os tamanhos de papel da série A

A série A é a mais conhecida e utilizada em todo o mundo. Ela é composta por tamanhos de papel que vão do A0 ao A10, sendo que o tamanho A0 tem área de 1 metro quadrado (ou seja, mede 841 mm x 1189 mm).

For more information, please click the button below.

Os demais tamanhos da série A são obtidos a partir da dobra do papel ao meio, mantendo sempre a mesma proporção entre altura e largura. Por exemplo, o tamanho A1 tem metade da área do A0 e é obtido dobrando-se o A0 ao meio na altura. Já o tamanho A2 tem metade da área do A1 e é obtido dobrando-se o A1 ao meio na altura, e assim por diante.

Veja abaixo os tamanhos da série A e suas dimensões:

  • A0 – 841 mm x 1189 mm
  • A1 – 594 mm x 841 mm
  • A2 – 420 mm x 594 mm
  • A3 – 297 mm x 420 mm
  • A4 – 210 mm x 297 mm
  • A5 – 148 mm x 210 mm
  • A6 – 105 mm x 148 mm
  • A7 – 74 mm x 105 mm
  • A8 – 52 mm x 74 mm
  • A9 – 37 mm x 52 mm
  • A10 – 26 mm x 37 mm

Os tamanhos de papel da série B e C

Além da série A, o padrão ISO 216 também define outras duas séries de tamanhos de papel: a série B e a série C.

A série B é usada principalmente para cartões de visita, envelopes e convites. Ela é baseada no tamanho B0, que tem área de 1,414 metros quadrados. Os tamanhos da série B são obtidos da mesma forma que na série A, dobrando-se o papel ao meio para obter tamanhos menores.

Veja abaixo os tamanhos da série B e suas dimensões:

  • B0 – 1000 mm x 1414 mm
  • B1 – 707 mm x 1000 mm
  • B2 – 500 mm x 707 mm
  • B3 – 353 mm x 500 mm
  • B4 – 250 mm x 353 mm
  • B5 – 176 mm x 250 mm
  • B6 – 125 mm x 176 mm
  • B7 – 88 mm x 125 mm
  • B8 – 62 mm x 88 mm
  • B9 – 44 mm x 62 mm
  • B10 – 31 mm x 44 mm

Já a série C é usada principalmente para envelopes. Ela é baseada no tamanho C0, que tem área de 1,26 metros quadrados. Os tamanhos da série C são obtidos de forma diferente das séries A e B, usando a largura do papel como base para obter tamanhos menores.

Veja abaixo os tamanhos da série C e suas dimensões:

  • C0 – 917 mm x 1297 mm
  • C1 – 648 mm x 917 mm
  • C2 – 458 mm x 648 mm
  • C3 – 324 mm x 458 mm
  • C4 – 229 mm x 324 mm
  • C5 – 162 mm x 229 mm
  • C6 – 114 mm x 162 mm
  • C7 – 81 mm x 114 mm
  • C8 – 57 mm x 81 mm
  • C9 – 40 mm x 57 mm
  • C10 – 28 mm x 40 mm

Por que o padrão ISO 216 é importante?

O padrão ISO 216 é importante porque permite a padronização dos tamanhos de papel em todo o mundo. Isso facilita a comunicação e o comércio entre diferentes regiões, pois garante que um documento impresso em um país possa ser lido em outro país sem problemas de compatibilidade de tamanho de papel.

Além disso, a padronização dos tamanhos de papel também traz benefícios em termos de economia e sustentabilidade. Por exemplo, a padronização permite que as empresas otimizem o uso de papel, reduzindo o desperdício e os custos com impressão e transporte.

Conclusão

O padrão ISO 216 é uma norma técnica que define os tamanhos de papel utilizados em todo o mundo. Essa norma foi criada pela ISO com o objetivo de padronizar os tamanhos de papel em nível internacional, o que facilita a comunicação e o comércio entre diferentes regiões do mundo. A série A é a mais conhecida e utilizada em todo o mundo, mas o padrão ISO 216 também define outras duas séries de tamanhos de papel: a série B e a série C. A padronização dos tamanhos de papel traz benefícios em termos de economia, sustentabilidade e compatibilidade de documentos impressos.

FAQs

1. O padrão ISO 216 é obrigatório em todos os países?

Não, o padrão ISO 216 não é obrigatório em todos os países. No entanto, muitos países adotaram esse padrão como norma técnica nacional, e ele é amplamente utilizado em todo o mundo.

2. Qual é o tamanho de papel mais utilizado em escritórios?

O tamanho de papel mais utilizado em escritórios é o A4, que mede 210 mm x 297 mm. Esse tamanho é adequado para a maioria das impressões de documentos e é compatível com a maioria das impressoras.

3. Como é possível obter tamanhos de papel diferentes dos definidos pelo padrão ISO 216?

É possível obter tamanhos de papel diferentes dos definidos pelo padrão ISO 216, mas isso pode ser mais difícil e caro, pois exigirá a fabricação de um papel personalizado. Além disso, é importante lembrar que a padronização dos tamanhos de papel traz benefícios em termos de compatibilidade e sustentabilidade.

Related video of o padrao internacional iso 2016 define os tamanhos de papel

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait