O Narrador Refuta A Ideia De Que

Reza September 5, 2021
O Narrador Inicia Seu Texto Refutando A Ideia De Que EDUCA

No início de um texto, é comum que o narrador estabeleça sua posição em relação ao tema a ser abordado. Em alguns casos, essa posição pode ser contrária à ideia comumente aceita sobre o assunto. É o que acontece quando o narrador inicia seu texto refutando a ideia de que.

Refutar uma Ideia

Refutar uma ideia significa contestá-la, mostrar que ela não é verdadeira ou não está correta. Isso implica apresentar argumentos que comprovem o contrário do que a ideia estabelece. Refutar uma ideia é um processo importante na construção de um texto argumentativo, pois permite ao autor apresentar sua própria posição sobre o assunto.

Quando o narrador refuta uma ideia no início do texto, ele está estabelecendo sua posição em relação ao tema e mostrando que não concorda com o senso comum ou com a opinião dominante sobre o assunto. É uma estratégia que atrai a atenção do leitor e mostra que o autor tem uma visão crítica e questionadora sobre o tema.

O Narrador e a Refutação

O narrador é o ponto de vista do texto, é ele quem narra os acontecimentos e apresenta os personagens. No entanto, ele também pode ser um personagem do texto, como acontece nos romances em primeira pessoa, por exemplo. Quando o narrador refuta uma ideia, ele está se posicionando como um personagem que tem uma opinião formada sobre o assunto.

A narrativa em primeira pessoa é uma forma de criar empatia com o leitor, pois o narrador apresenta suas próprias experiências e emoções. Quando o narrador refuta uma ideia, ele está mostrando que tem uma visão crítica sobre o mundo e que está disposto a questionar as verdades estabelecidas.

Exemplo de Refutação no Início do Texto

Um exemplo de texto que inicia com uma refutação pode ser um texto argumentativo sobre a legalização das drogas. O narrador poderia começar seu texto refutando a ideia de que a legalização das drogas é uma solução para o problema da violência urbana. Ele poderia argumentar que a legalização não resolveria o problema da criminalidade e que, ao contrário, poderia aumentar o consumo das drogas e a violência associada a elas.

For more information, please click the button below.

Essa refutação seria o ponto de partida para a apresentação dos argumentos a favor da posição do autor, que poderia ser contra a legalização das drogas. O narrador poderia apresentar dados sobre o consumo de drogas em países onde a legalização foi implementada, mostrar os efeitos negativos da droga na saúde dos usuários e argumentar que a legalização não resolveria o problema do tráfico de drogas.

Conclusão

Refutar uma ideia no início do texto é uma estratégia eficaz para estabelecer a posição do autor sobre o assunto e atrair a atenção do leitor. Essa refutação deve ser seguida por argumentos que comprovem a posição do autor e mostrem que ela é válida e coerente. O narrador é o ponto de vista do texto e, quando refuta uma ideia, está mostrando que tem uma visão crítica e questionadora sobre o mundo.

FAQs

1. Qual a diferença entre refutar e contestar uma ideia?

Refutar e contestar uma ideia são termos similares, mas têm algumas diferenças. Refutar implica apresentar argumentos que comprovem o contrário do que a ideia estabelece, enquanto contestar pode ser apenas questionar a validade da ideia sem necessariamente apresentar argumentos.

2. É possível refutar mais de uma ideia no mesmo texto?

Sim, é possível refutar mais de uma ideia no mesmo texto. No entanto, é importante que haja uma conexão entre essas ideias e que elas estejam relacionadas ao tema principal do texto.

3. Refutar uma ideia é sempre o melhor caminho para construir um texto argumentativo?

Nem sempre é necessário refutar uma ideia para construir um texto argumentativo. Depende do tema e da posição do autor sobre o assunto. O importante é apresentar argumentos que comprovem a posição do autor e que sejam coerentes com o tema abordado.

Related video of o narrador inicia seu texto refutando a ideia de que

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait