O Mrp Ou Planejamento De Necessidades

Reza February 19, 2022
CÁLCULO MRP PLANEJAMENTO DAS NECESSIDADES DE MATERIAIS YouTube

O MRP (Material Requirements Planning) ou Planejamento de Necessidades é um sistema utilizado para gerenciar o estoque de materiais e planejar a produção em uma empresa. Ele é um dos módulos do sistema de gestão empresarial (ERP) e é muito importante para garantir a eficiência da cadeia de suprimentos.

Como funciona o MRP?

O MRP funciona de forma integrada com outros módulos do ERP, como o de vendas, produção e compras. Ele utiliza informações desses módulos para calcular as necessidades de materiais para a produção de um determinado produto.

Para isso, ele utiliza as seguintes informações:

  • Lista de materiais (ou BOM – Bill of Materials): é uma lista que descreve todos os materiais necessários para produzir um produto;
  • Ordens de produção: são ordens que indicam a quantidade de um determinado produto que deve ser produzido em um determinado período;
  • Estoque: é o nível atual de estoque de cada material;
  • Lead time: é o tempo que leva para um material ser entregue após a realização de um pedido.

Com base nessas informações, o MRP calcula as necessidades de materiais para a produção de um determinado produto, considerando o tempo de entrega de cada material e a data de entrega da ordem de produção.

Assim, o MRP gera uma lista de pedidos de compra para os materiais que não estão em estoque ou que não serão entregues em tempo hábil para a produção do produto. Além disso, ele também gera uma lista de ordens de produção para garantir que a produção seja realizada no tempo correto.

Quais são os benefícios do MRP?

O MRP traz diversos benefícios para a empresa, tais como:

For more information, please click the button below.
  • Redução de estoque: o MRP permite uma gestão mais eficiente do estoque, evitando excessos e faltas de materiais;
  • Otimização da produção: com o MRP, é possível planejar a produção de forma mais eficiente, evitando atrasos e garantindo a entrega dos produtos no prazo correto;
  • Redução de custos: com uma gestão mais eficiente do estoque e da produção, é possível reduzir os custos da empresa;
  • Melhoria na qualidade: com o MRP, é possível garantir que todos os materiais necessários para a produção estejam disponíveis, o que ajuda a melhorar a qualidade dos produtos;
  • Maior controle: o MRP permite um maior controle sobre a cadeia de suprimentos, facilitando a tomada de decisões.

Quais são as limitações do MRP?

O MRP também apresenta algumas limitações, tais como:

  • Dependência de dados precisos: o MRP depende de dados precisos e atualizados para funcionar corretamente. Se os dados estiverem incorretos ou desatualizados, o MRP pode gerar resultados equivocados;
  • Necessidade de softwares específicos: para utilizar o MRP, é necessário um software específico, o que pode representar um investimento significativo para a empresa;
  • Limitações na gestão de estoque: o MRP é eficiente para gerenciar o estoque de materiais utilizados na produção, mas não é indicado para gerenciar o estoque de produtos acabados ou semiacabados;
  • Limitações na gestão de produção: o MRP é eficiente para planejar a produção de produtos que possuem uma lista de materiais definida, mas pode apresentar limitações para produtos que não possuem uma lista de materiais definida.

Como implementar o MRP?

Para implementar o MRP, é necessário seguir os seguintes passos:

  1. Identificar os produtos que serão gerenciados pelo MRP: é necessário definir quais produtos serão gerenciados pelo MRP, levando em consideração sua complexidade e demanda;
  2. Definir a lista de materiais (BOM) para cada produto: é necessário definir a lista de materiais para cada produto gerenciado pelo MRP;
  3. Levantar os dados necessários: é necessário levantar os dados necessários para o funcionamento do MRP, como estoque, lead time e ordens de produção;
  4. Adquirir um software de MRP: é necessário adquirir um software específico de MRP para implementar o sistema;
  5. Configurar o software de MRP: é necessário configurar o software de MRP de acordo com as necessidades da empresa;
  6. Treinar os funcionários: é necessário treinar os funcionários que irão utilizar o MRP para garantir que saibam utilizá-lo corretamente.

Conclusão

O MRP é um sistema muito importante para garantir a eficiência da cadeia de suprimentos de uma empresa. Ele permite uma gestão mais eficiente do estoque e da produção, o que pode resultar em uma redução de custos e em uma melhoria na qualidade dos produtos.

No entanto, é importante lembrar que o MRP apresenta algumas limitações e que sua implementação requer um investimento significativo por parte da empresa. Por isso, é importante avaliar cuidadosamente se o MRP é o sistema mais adequado para as necessidades da empresa antes de implementá-lo.

FAQs

1. O MRP é indicado para empresas de todos os tamanhos?

Embora o MRP seja indicado para empresas de todos os tamanhos, ele é mais indicado para empresas de médio e grande porte que possuem uma cadeia de suprimentos mais complexa.

2. O MRP pode ser integrado com outros sistemas de gestão empresarial?

Sim, o MRP pode ser integrado com outros sistemas de gestão empresarial, como o de vendas, compras e produção.

3. É possível utilizar o MRP para gerenciar o estoque de produtos acabados?

Não, o MRP é indicado apenas para gerenciar o estoque de materiais utilizados na produção, não sendo indicado para gerenciar o estoque de produtos acabados ou semiacabados.

Related video of o mrp ou planejamento de necessidades

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait