O Estudo De Compostos Orgânicos Permite Aos Analistas

Reza August 22, 2022
O Estudo De Compostos Orgânicos Permite Aos Analistas BRAINSTACK

O estudo de compostos orgânicos permite aos analistas entender a estrutura e as propriedades dos compostos que contêm carbono. Os compostos orgânicos são amplamente encontrados na natureza e são usados em muitos processos industriais. Os analistas usam várias técnicas analíticas para estudar esses compostos, incluindo espectroscopia, cromatografia e análise térmica.

Espectroscopia

A espectroscopia é uma técnica analítica que estuda a interação entre a luz e a matéria. Ele é usado para identificar compostos orgânicos, determinar sua estrutura molecular e estudar suas propriedades físicas e químicas. Existem vários tipos de espectroscopia que podem ser usados para estudar compostos orgânicos, incluindo:

  • Espectroscopia de infravermelho (IR)
  • Espectroscopia de ressonância magnética nuclear (RMN)
  • Espectroscopia de massa (EM)

Espectroscopia de infravermelho (IR)

A espectroscopia de infravermelho estuda a interação entre a luz infravermelha e a matéria. Os compostos orgânicos absorvem luz infravermelha em frequências específicas, que são usadas para identificar a presença de grupos funcionais em uma molécula. A espectroscopia IR pode ser usada para determinar a estrutura molecular de um composto orgânico, bem como para estudar suas propriedades físicas e químicas.

Espectroscopia de ressonância magnética nuclear (RMN)

A espectroscopia de ressonância magnética nuclear estuda a interação entre um campo magnético e os núcleos atômicos em uma molécula. Os compostos orgânicos absorvem energia em frequências específicas, que são usadas para determinar a estrutura molecular de um composto orgânico. A espectroscopia RMN também pode ser usada para estudar as propriedades físicas e químicas de um composto orgânico, incluindo sua solubilidade, densidade e ponto de fusão.

Espectroscopia de massa (EM)

A espectroscopia de massa estuda a interação entre um feixe de elétrons e uma molécula. Os compostos orgânicos são ionizados e fragmentados em íons positivos e negativos. Os íons são então analisados ​​para determinar a massa e a estrutura molecular de um composto orgânico. A espectroscopia de massa também pode ser usada para estudar as propriedades físicas e químicas de um composto orgânico, incluindo sua solubilidade, densidade e ponto de fusão.

Cromatografia

A cromatografia é uma técnica analítica que separa os componentes de uma mistura com base em suas propriedades físicas e químicas. Os componentes são separados por uma fase estacionária (como um gel ou um líquido) e uma fase móvel (como um líquido ou um gás). Existem vários tipos de cromatografia que podem ser usados ​​para estudar compostos orgânicos, incluindo:

For more information, please click the button below.
  • Cromatografia em camada fina (TLC)
  • Cromatografia líquida de alta eficiência (HPLC)
  • Cromatografia gasosa (GC)

Cromatografia em camada fina (TLC)

A cromatografia em camada fina é uma técnica de cromatografia simples que separa os componentes de uma mistura com base em sua polaridade. A mistura é aplicada em uma placa revestida com uma camada fina de sílica ou celulose. A placa é então colocada em uma câmara contendo um solvente. O solvente sobe pela placa por capilaridade, separando os componentes com base em sua afinidade pelo solvente e pela fase estacionária.

Cromatografia líquida de alta eficiência (HPLC)

A cromatografia líquida de alta eficiência é uma técnica de cromatografia que separa os componentes de uma mistura com base em sua polaridade e tamanho. A mistura é injetada em uma coluna de cromatografia, que é preenchida com uma fase estacionária (como uma resina ou um gel). A fase móvel (como um líquido) é então bombeada através da coluna, separando os componentes com base em sua afinidade pelo solvente e pela fase estacionária.

Cromatografia gasosa (GC)

A cromatografia gasosa é uma técnica de cromatografia que separa os componentes de uma mistura com base em sua volatilidade e polaridade. A mistura é injetada em um injetor de amostras, que vaporiza os componentes em um gás transportador (como hélio ou nitrogênio). O gás transportador leva os componentes através de uma coluna de cromatografia, que é preenchida com uma fase estacionária (como uma resina ou um gel). Os componentes são separados com base em sua afinidade pelo gás transportador e pela fase estacionária.

Análise térmica

A análise térmica é uma técnica analítica que estuda as propriedades físicas e químicas de um composto orgânico em resposta a mudanças de temperatura. Existem vários tipos de análise térmica que podem ser usados ​​para estudar compostos orgânicos, incluindo:

  • Termogravimetria (TG)
  • Análise térmica diferencial (DTA)
  • Análise térmica diferencial de varredura (DSC)

Termogravimetria (TG)

A termogravimetria é uma técnica de análise térmica que mede a mudança na massa de um composto orgânico em resposta a mudanças de temperatura. A amostra é aquecida em uma taxa constante e a perda de massa é registrada em função da temperatura. A termogravimetria pode ser usada para estudar a estabilidade térmica de um composto orgânico, bem como para determinar a quantidade de um componente orgânico em uma mistura.

Análise térmica diferencial (DTA)

A análise térmica diferencial é uma técnica de análise térmica que mede a diferença de temperatura entre uma amostra e uma amostra de referência em resposta a mudanças de temperatura. A amostra e a amostra de referência são aquecidas em uma taxa constante e a diferença de temperatura é registrada em função da temperatura. A análise térmica diferencial pode ser usada para estudar a transição de fase de um composto orgânico, bem como para determinar a quantidade de um componente orgânico em uma mistura.

Análise térmica diferencial de varredura (DSC)

A análise térmica diferencial de varredura é uma técnica de análise térmica que mede a diferença de calor entre uma amostra e uma amostra de referência em resposta a mudanças de temperatura. A amostra e a amostra de referência são aquecidas em uma taxa constante e a diferença de calor é registrada em função da temperatura. A análise térmica diferencial de varredura pode ser usada para estudar a transição de fase de um composto orgânico, bem como para determinar a quantidade de um componente orgânico em uma mistura.

Conclusão

O estudo de compostos orgânicos é importante porque esses compostos são amplamente encontrados na natureza e são usados em muitos processos industriais. Os analistas usam várias técnicas analíticas para estudar esses compostos, incluindo espectroscopia, cromatografia e análise térmica. Cada técnica analítica fornece informações únicas sobre a estrutura e as propriedades dos compostos orgânicos.

FAQs

Por que o estudo de compostos orgânicos é importante?

O estudo de compostos

Related video of o estudo de compostos orgânicos permite aos analistas

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait