Músicas Com Erros De Concordância Verbal

Reza October 23, 2021
Compositores assassinam o português! Veja os erros mais graves nas

Muitas vezes, ao ouvirmos uma música, podemos nos deparar com erros de concordância verbal. Esses erros podem ocorrer quando o verbo não concorda com o sujeito da frase, seja por falta de atenção do compositor ou por questões estilísticas.

O que é concordância verbal?

A concordância verbal é uma das regras básicas da língua portuguesa. Ela é responsável por fazer com que o verbo concorde com o sujeito da frase em número e pessoa.

Por exemplo, se o sujeito da frase é “eu”, o verbo deve ser conjugado na primeira pessoa do singular. Já se o sujeito é “eles”, o verbo deve ser conjugado na terceira pessoa do plural.

Exemplos de erros de concordância verbal em músicas

Veja alguns exemplos de músicas que apresentam erros de concordância verbal:

  • “A gente somos inútil na fila do pão” – Titãs
  • “Se a gente quer, a gente pode” – Anitta
  • “Quem é que nunca errou, quem é que nunca vai errar” – Ana Carolina

No primeiro exemplo, o erro está na concordância do verbo “ser” com o sujeito “a gente”. O correto seria “a gente é inútil na fila do pão”.

No segundo exemplo, o erro está na concordância do verbo “querer” com o sujeito “a gente”. O correto seria “se a gente quer, a gente pode”.

For more information, please click the button below.

No terceiro exemplo, o erro está na concordância do verbo “errar” com o sujeito “quem”. O correto seria “quem é que nunca errou, quem é que nunca vai errar”.

Por que ocorrem erros de concordância verbal em músicas?

Os erros de concordância verbal em músicas podem ocorrer por diversos motivos. Alguns dos principais são:

  • Falta de atenção do compositor;
  • Questões estilísticas, como a utilização de gírias e expressões populares;
  • Procura por sonoridade e ritmo, em detrimento da correção gramatical.

É importante lembrar que o objetivo da música é, em primeiro lugar, emocionar e transmitir uma mensagem. Por isso, muitas vezes os compositores abrem mão da correção gramatical em prol da sonoridade e da expressividade.

Como evitar erros de concordância verbal em músicas?

Para evitar erros de concordância verbal em músicas, é importante que o compositor tenha atenção à gramática e à ortografia. É possível utilizar recursos como a revisão de um revisor profissional ou a consulta a dicionários e gramáticas.

No entanto, é importante lembrar que a música é uma forma de arte e que a criatividade e a expressividade devem sempre ser valorizadas. Por isso, é possível utilizar expressões populares e gírias, desde que de forma consciente e com o objetivo de transmitir uma mensagem clara e coesa.

Conclusão

Os erros de concordância verbal em músicas são comuns e podem ocorrer por diversos motivos, como falta de atenção do compositor, questões estilísticas e busca por sonoridade e ritmo. Apesar disso, é importante que o compositor tenha atenção à gramática e à ortografia para evitar erros que possam prejudicar a clareza da mensagem.

FAQs

1. Todos os erros de concordância verbal em músicas são intencionais?

Nem sempre. Alguns erros podem ser fruto da falta de atenção do compositor ou de um lapso momentâneo.

2. É possível utilizar gírias e expressões populares em músicas sem cometer erros de concordância verbal?

Sim. É possível utilizar gírias e expressões populares desde que de forma consciente e com o objetivo de transmitir uma mensagem clara e coesa.

3. Os erros de concordância verbal em músicas prejudicam a compreensão da mensagem?

Não necessariamente. Muitas vezes, os erros de concordância verbal são sutis e não prejudicam a compreensão da mensagem. O importante é que a mensagem seja clara e coesa, independentemente da correção gramatical.

Related video of musicas com erros de concordancia verbal

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait