Jogo De Bola Cecília Meireles

Reza April 21, 2021
Atividades com Texto Jogo de Bola Cecília Meireles — SÓ ESCOLA

O Jogo de Bola é um poema de Cecília Meireles, escritora brasileira do século XX, que retrata uma cena de infância na qual meninos jogam bola. O poema é uma descrição nostálgica de um momento simples e feliz da vida, mas também carrega em si reflexões sobre a natureza humana e a passagem do tempo.

Contexto histórico e literário

Cecília Meireles é uma das mais importantes poetas brasileiras do século XX. Nascida em 1901, no Rio de Janeiro, ela começou a escrever ainda jovem e publicou seu primeiro livro de poemas, Espectros, em 1919. Sua obra é marcada por uma grande sensibilidade, um estilo lírico e imagético e uma preocupação com temas universais, como a vida, a morte, o amor e a natureza.

O Jogo de Bola foi publicado originalmente em 1942, no livro Viagem. O poema é um exemplo da poesia de Cecília Meireles que mistura elementos concretos e sensoriais com reflexões filosóficas e existenciais. Além disso, o poema é um registro de uma época em que o futebol ainda era um esporte popular, mas que já começava a se profissionalizar e a se tornar uma indústria.

Análise do poema

O Jogo de Bola é um poema curto, composto por quatro estrofes de quatro versos cada. A métrica é livre e o ritmo é marcado pela alternância de frases curtas e mais longas, que imitam o movimento da bola e dos jogadores. O poema começa com uma descrição da cena:

Na rua da minha casa
Passa a bola vermelha.
Vai de pé em pé, saltando
Numa alegria de flecha.

Aqui, a bola é personificada como um ser vivo, que passa de pé em pé, saltando e correndo com alegria. A cor vermelha da bola é um detalhe importante, pois contrasta com o cinza da rua e sugere uma imagem vibrante e energética. Além disso, a bola é descrita como uma “flecha”, ou seja, um objeto que se move rapidamente e com precisão.

Na segunda estrofe, o poema se concentra nos jogadores:

For more information, please click the button below.

Meninos a chamam, chamam,
Chamam por ela: e ela corre.
Eles são todos iguais
Na alegria e na fome.

Aqui, a bola é vista como um objeto de desejo, que os meninos chamam e perseguem. A palavra “fome” aqui pode ser interpretada como uma metáfora para a necessidade de brincar, de se divertir, de viver intensamente. Os meninos são descritos como iguais, o que sugere uma certa inocência e igualdade social. A alegria, aqui, é vista como algo que une as pessoas e transcende as diferenças.

Na terceira estrofe, o poema faz uma reflexão sobre a natureza humana:

Um dia, a bola não caiu:
Eles a procuram em vão.
Eles não a esqueceram:
A vida não lhes chega não.

Aqui, a bola é vista como um objeto que pode ser perdido, assim como a alegria e a inocência da infância. A frase “a vida não lhes chega não” sugere uma certa insatisfação, um desejo de algo mais que não pode ser nomeado. Ao mesmo tempo, a busca pela bola perdida pode ser vista como uma metáfora para a busca pela felicidade e pelo sentido da vida.

Por fim, na última estrofe, o poema termina com uma imagem de melancolia:

Outras bolas virão todas
Vermelhas, vermelhas, vermelhas.
Mas aquela, única, não.
Nenhuma a trará de volta.

Aqui, a bola perdida é vista como algo irrecuperável, único e insubstituível. A repetição da palavra “vermelhas” sugere que outras bolas virão, mas nunca serão iguais àquela que foi perdida. A imagem final é de nostalgia e de saudade, mas também pode ser vista como uma reflexão sobre a passagem do tempo e a inevitabilidade da perda.

Conclusão

O Jogo de Bola é um poema simples, mas profundo, que retrata uma cena de infância e que, ao mesmo tempo, faz reflexões sobre a natureza humana e a passagem do tempo. Cecília Meireles, uma das mais importantes poetas brasileiras do século XX, soube captar com sensibilidade e precisão a alegria, a inocência e a melancolia da vida.

FAQs

O que é um poema?

Um poema é um texto literário que utiliza a linguagem de forma mais intensa e expressiva do que a prosa. O poema pode ser escrito em versos ou em prosa poética e geralmente se caracteriza pela presença de figuras de linguagem, ritmo, sonoridade e imagens poéticas.

Quem foi Cecília Meireles?

Cecília Meireles (1901-1964) foi uma escritora e poetisa brasileira, considerada uma das mais importantes do século XX. Ela escreveu poesia, prosa e literatura infantil e foi a primeira mulher a integrar a Academia Brasileira de Letras.

Que temas são comuns na poesia de Cecília Meireles?

Cecília Meireles abordou diversos temas em sua poesia, mas alguns dos mais comuns são: a vida, a morte, o amor, a natureza, a infância, a solidão, a religiosidade, a filosofia e a arte.

Related video of jogo de bola cecília meireles

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait