Explique Como Para Edmund Husserl A Consciência É Intencionalidade

Reza August 15, 2021
Aa Da Consciência Intencional Em Husserl à Desconstrução Da

Edmund Husserl foi um filósofo alemão que é considerado o fundador da fenomenologia. Para ele, a consciência era um tema central em sua filosofia e ele acreditava que a consciência era a base de todo o conhecimento.

O que é Intencionalidade?

Para entender como Husserl via a consciência como intencionalidade, é importante primeiro entender o que ele queria dizer com o termo “intencionalidade”. Intencionalidade refere-se à capacidade da consciência de ser dirigida a objetos e eventos no mundo. Ou seja, a consciência é sempre consciente de algo, ela está sempre voltada para algo fora de si mesma.

Isso significa que a consciência é sempre intencional, sempre tem um objeto que ela está apontando e se referindo. Essa relação entre a consciência e o objeto é o que Husserl chamou de “noema”.

A Consicência como Intencionalidade

Para Husserl, a consciência não é um objeto no mundo, mas sim uma atividade que é voltada para o mundo. A consciência é sempre consciente de algo, sempre intencional.

Ele argumentou que a consciência não pode ser compreendida sem referência ao mundo, pois a consciência é sempre voltada para o mundo e é através dessa relação com o mundo que a consciência se torna consciente de si mesma.

Para Husserl, a consciência é sempre intencional e sempre tem um objeto em vista. Ele argumentou que a consciência é sempre dirigida a algo no mundo e que essa relação entre a consciência e o objeto é o que dá sentido à nossa experiência.

For more information, please click the button below.

Por exemplo, quando vemos uma árvore, nossa consciência está consciente da árvore e está voltada para ela. A árvore é o objeto ao qual nossa consciência está dirigida e a relação entre nossa consciência e a árvore é o que dá sentido à nossa experiência de ver a árvore.

Consciência e Objetividade

Para Husserl, a consciência é sempre intencional e está sempre voltada para o mundo. Ele argumentou que essa relação entre a consciência e o mundo é o que nos permite ter conhecimento objetivo.

Por exemplo, quando vemos uma árvore, nossa consciência está consciente da árvore e está voltada para ela. A árvore é o objeto ao qual nossa consciência está dirigida e a relação entre nossa consciência e a árvore é o que nos permite ter conhecimento objetivo da árvore.

Isso significa que a consciência não é apenas uma atividade subjetiva, mas também está relacionada à objetividade do mundo. A relação entre a consciência e o mundo é o que nos permite ter conhecimento objetivo das coisas no mundo.

Conclusão

Para Husserl, a consciência é intencionalidade. A consciência é sempre voltada para algo fora de si mesma e essa relação entre a consciência e o mundo é o que nos permite ter conhecimento objetivo das coisas no mundo.

Ele argumentou que a consciência não pode ser compreendida sem referência ao mundo, pois a consciência é sempre voltada para o mundo e é através dessa relação com o mundo que a consciência se torna consciente de si mesma.

Em resumo, a consciência é uma atividade intencional que está sempre voltada para o mundo e é através dessa relação com o mundo que a consciência se torna consciente de si mesma.

FAQs

1. O que é fenomenologia?

Fenomenologia é uma corrente filosófica que se preocupa com a descrição das experiências subjetivas das pessoas e como elas são percebidas ou interpretadas.

2. Qual a importância da consciência para Husserl?

Para Husserl, a consciência era um tema central em sua filosofia e ele acreditava que a consciência era a base de todo o conhecimento. Ele argumentou que a consciência é sempre intencional e está sempre voltada para o mundo.

3. Como a consciência nos permite ter conhecimento objetivo?

Para Husserl, a consciência é sempre voltada para o mundo e é através dessa relação com o mundo que a consciência se torna consciente de si mesma. Essa relação entre a consciência e o mundo é o que nos permite ter conhecimento objetivo das coisas no mundo.

Related video of explique como para edmund husserl a consciência é intencionalidade

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait