Eros E Psique Fernando Pessoa

Reza March 12, 2023
Eros E Psiquê livrofacil

Eros e Psique é um mito grego que conta a história de um amor proibido entre Eros, o deus do amor, e Psique, uma mortal. O mito foi adaptado por vários autores ao longo dos anos e uma das versões mais conhecidas é a de Fernando Pessoa, um dos maiores poetas portugueses.

Quem foi Fernando Pessoa?

Fernando Pessoa nasceu em Lisboa em 1888 e é considerado um dos maiores poetas da língua portuguesa. Pessoa é conhecido pela sua obra poética, que inclui os heterônimos Alberto Caeiro, Ricardo Reis, Álvaro de Campos e Bernardo Soares, além de sua poesia pessoal. Pessoa faleceu em 1935, aos 47 anos.

O mito de Eros e Psique

O mito de Eros e Psique conta a história de uma princesa mortal, Psique, que é tão bela que as pessoas começam a adorá-la em vez de adorar a deusa Afrodite. Afrodite fica furiosa e ordena que seu filho, Eros, faça Psique se apaixonar por um monstro terrível. Eros, porém, acaba se apaixonando por Psique e a leva para um palácio secreto, onde vive com ela em segredo.

Eros faz uma condição para Psique: ela nunca deve tentar vê-lo. Psique, curiosa, acaba desobedecendo e acende uma lamparina para ver o rosto de Eros enquanto ele dorme. Eros acorda e foge, deixando Psique sozinha. Psique, então, começa uma busca para encontrar Eros e, depois de passar por várias provações, consegue se reconciliar com ele.

A versão de Fernando Pessoa

Fernando Pessoa adaptou o mito de Eros e Psique em um poema intitulado “Eros e Psique”. O poema é uma meditação sobre o amor e a morte e apresenta uma visão pessimista do amor.

No poema, Pessoa apresenta Eros como um ser misterioso e assustador, que provoca medo e fascínio em Psique. Eros é descrito como um deus cruel e insensível, que causa dor e sofrimento em quem se apaixona por ele.

For more information, please click the button below.

Psique, por sua vez, é apresentada como uma mulher frágil e indefesa, que se entrega completamente ao amor de Eros. Ela é descrita como uma figura trágica, que está sempre à beira da morte.

O poema de Pessoa é uma reflexão sobre a natureza do amor e sua relação com a morte. Para Pessoa, o amor é uma força destrutiva que consome as pessoas e as leva à morte. Ele apresenta o amor como uma doença, que corrói o corpo e a alma.

Conclusão

Eros e Psique Fernando Pessoa é uma adaptação poética do mito grego de Eros e Psique. O poema apresenta uma visão pessimista do amor, retratando-o como uma força destrutiva que leva à morte. Pessoa é um dos maiores poetas portugueses e sua obra continua sendo uma fonte de inspiração para leitores e escritores em todo o mundo.

FAQs

1. Quem é Eros?

Eros é o deus grego do amor e da paixão. Ele é frequentemente representado como um jovem alado, armado com um arco e flechas, que usa para atirar nas pessoas e fazê-las se apaixonarem.

2. O que significa o mito de Eros e Psique?

O mito de Eros e Psique é uma história de amor proibido entre um deus e uma mortal. O mito é uma alegoria sobre a natureza do amor e a luta entre a razão e a emoção.

3. Por que Fernando Pessoa é tão importante para a literatura portuguesa?

Fernando Pessoa é considerado um dos maiores poetas da língua portuguesa por sua obra poética, que inclui os heterônimos Alberto Caeiro, Ricardo Reis, Álvaro de Campos e Bernardo Soares, além de sua poesia pessoal. Pessoa é uma figura importante na história da literatura portuguesa por sua capacidade de inovar e experimentar com a forma poética.

Related video of eros e psique fernando pessoa

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait