Ela Não É Flor Que Se Cheire

Reza February 16, 2022
Ela não é flor que se cheire, é jardim que Frases de Legenda para Foto

A expressão “ela não é flor que se cheire” é uma forma figurativa de dizer que alguém não é uma pessoa agradável ou confiável. É uma expressão idiomática muito comum na língua portuguesa e que costuma ser usada em situações informais.

Origem da expressão

A origem da expressão “ela não é flor que se cheire” é incerta, mas existem várias teorias a respeito. Uma delas é que a expressão teria surgido no século XIX, quando os perfumes ainda não eram tão comuns e as flores eram usadas para disfarçar o mau cheiro do corpo. Nessa época, as pessoas costumavam cheirar as flores para saber se eram frescas e agradáveis. Por isso, a expressão teria surgido para indicar que uma flor que não cheirasse bem não seria agradável.

Outra teoria é que a expressão teria surgido a partir de uma outra expressão, “não é cheiro de rosas”, que era usada para descrever algo que não era agradável. Com o tempo, essa expressão teria evoluído para “ela não é flor que se cheire”.

Uso da expressão

Como já mencionado, a expressão “ela não é flor que se cheire” é uma forma figurativa de dizer que alguém não é uma pessoa agradável ou confiável. Ela é geralmente usada em situações informais e pode ser empregada em diferentes contextos. Alguns exemplos de situações em que a expressão pode ser usada são:

  • Para falar de alguém que tem comportamento inadequado ou antissocial;
  • Para descrever alguém que é desonesto ou trapaceiro;
  • Para indicar que uma pessoa tem maus hábitos ou atitudes reprováveis;
  • Para falar de alguém que é mal-educado ou grosseiro.

A expressão pode ser usada tanto para descrever uma pessoa específica quanto para falar de um grupo de pessoas. Por exemplo, alguém pode dizer “esses políticos não são flor que se cheire” para indicar que não confia nos políticos de um modo geral.

Variações da expressão

Assim como outras expressões idiomáticas, “ela não é flor que se cheire” pode ter variações dependendo do contexto ou da região em que é usada. Algumas das variações mais comuns são:

For more information, please click the button below.
  • “Ele não é flor que se cheire”: versão masculina da expressão;
  • “Não é lá essas coisas”: expressão que tem um significado semelhante;
  • “Não é flor que se cheire nem vaso que se quebre”: expressão que enfatiza ainda mais o comportamento negativo da pessoa;
  • “Não é flor que se cheire nem cheiro que se aguente”: expressão que indica que a pessoa tem um comportamento extremamente desagradável.

Conclusão

A expressão “ela não é flor que se cheire” é uma forma figurativa de dizer que alguém não é uma pessoa agradável ou confiável. Ela é muito comum na língua portuguesa e pode ser usada em diferentes contextos. Embora a origem da expressão seja incerta, ela tem sido usada há muitos anos e continua sendo relevante nos dias de hoje.

FAQs

O que significa a expressão “não é lá essas coisas”?

A expressão “não é lá essas coisas” tem um significado semelhante ao de “ela não é flor que se cheire”. Ela é usada para indicar que algo ou alguém não é muito bom ou não é tão impressionante quanto se esperava.

Posso usar a expressão “ela não é flor que se cheire” em situações formais?

Não é recomendado usar expressões informais em situações formais, já que isso pode passar uma impressão negativa. É melhor usar uma linguagem mais formal e adequada à situação.

Existe alguma variação regional da expressão?

Sim, assim como outras expressões idiomáticas, “ela não é flor que se cheire” pode ter variações dependendo da região em que é usada. Algumas das variações mais comuns são “não é flor que se cheire nem vaso que se quebre” e “não é flor que se cheire nem cheiro que se aguente”.

Related video of ela nao é flor que se cheire

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait