Diga Com Quem Andas E Direi Quem Tu És: O Significado Por Trás Do Ditado Popular

Reza March 9, 2023
Diga Quem Tu Andas Que Direi Quem Tu Es EDUCA

O ditado popular “Diga com quem andas e direi quem tu és” é uma expressão muito comum no Brasil, e é frequentemente usada para alertar as pessoas sobre a importância de escolher bem suas amizades e companhias. Este ditado sugere que as pessoas são influenciadas pelos seus amigos, e que as escolhas que fazemos em relação às pessoas com quem nos associamos dizem muito sobre quem somos como indivíduos.

Origem do ditado

A origem precisa do ditado é desconhecida, mas acredita-se que tenha se originado na Grécia Antiga, há mais de 2.500 anos. A filosofia de Aristóteles, por exemplo, já incluía a ideia de que o caráter de uma pessoa pode ser avaliado pelos seus amigos e companhias.

No entanto, a expressão “Diga com quem andas e direi quem tu és” ficou popular no Brasil graças ao escritor e jornalista brasileiro, Ruy Barbosa. Ele usou essa frase em um discurso em 1914, no qual criticava a corrupção no governo brasileiro e alertava os cidadãos para a importância de escolher bem seus líderes políticos.

Significado do ditado

O ditado “Diga com quem andas e direi quem tu és” significa que as pessoas são influenciadas pelo ambiente em que vivem e pelas pessoas com quem convivem. Nossas escolhas em relação às pessoas com quem nos associamos revelam muito sobre nossos valores, interesses e personalidade.

Se uma pessoa está sempre cercada por amigos que são desonestos, por exemplo, as pessoas podem começar a pensar que essa pessoa também é desonesta. Da mesma forma, se uma pessoa está sempre cercada por amigos que são trabalhadores e ambiciosos, as pessoas podem começar a pensar que essa pessoa também é trabalhadora e ambiciosa.

Por isso, o ditado popular é frequentemente usado para alertar as pessoas sobre a importância de escolher bem suas amizades e companhias. Se uma pessoa quer ser bem vista pelas outras, ela deve escolher amigos que tenham valores semelhantes e que a inspirem a ser uma pessoa melhor.

For more information, please click the button below.

Exemplos de como o ditado se aplica à vida real

Algumas situações em que o ditado pode ser aplicado são:

  • Um jovem que está pensando em se juntar a uma gangue. Se ele se juntar a uma gangue de criminosos, as pessoas podem começar a pensar que ele também é um criminoso.
  • Uma pessoa que está procurando um emprego. Se ela é vista saindo de um bar todas as noites com amigos que bebem muito e chegam atrasados no trabalho, isso pode afetar sua imagem profissional.
  • Um estudante que está procurando um grupo de estudos. Se ele se junta a um grupo de estudantes preguiçosos e desinteressados, isso pode afetar sua nota e sua imagem como estudante.

Conclusão

O ditado popular “Diga com quem andas e direi quem tu és” é uma expressão que tem sido usada há mais de 2.500 anos para alertar as pessoas sobre a importância de escolher bem suas amizades e companhias. As pessoas são influenciadas pelo ambiente em que vivem e pelas pessoas com quem convivem, e nossas escolhas em relação às pessoas com quem nos associamos revelam muito sobre nossos valores, interesses e personalidade. Por isso, é importante escolher amigos que tenham valores semelhantes e que nos inspirem a ser pessoas melhores.

FAQs

1. Qual é a origem do ditado “Diga com quem andas e direi quem tu és”?

A origem precisa do ditado é desconhecida, mas acredita-se que tenha se originado na Grécia Antiga, há mais de 2.500 anos. A filosofia de Aristóteles, por exemplo, já incluía a ideia de que o caráter de uma pessoa pode ser avaliado pelos seus amigos e companhias.

2. Como o ditado se aplica à vida real?

O ditado pode ser aplicado em diversas situações da vida real. Por exemplo, se uma pessoa está pensando em se juntar a uma gangue de criminosos, as pessoas podem começar a pensar que ela também é um criminoso. Se uma pessoa é vista saindo de um bar todas as noites com amigos que bebem muito e chegam atrasados no trabalho, isso pode afetar sua imagem profissional. Se um estudante se junta a um grupo de estudantes preguiçosos e desinteressados, isso pode afetar sua nota e sua imagem como estudante.

3. Por que é importante escolher bem nossas amizades e companhias?

É importante escolher bem nossas amizades e companhias porque as pessoas são influenciadas pelo ambiente em que vivem e pelas pessoas com quem convivem. Nossas escolhas em relação às pessoas com quem nos associamos revelam muito sobre nossos valores, interesses e personalidade. Por isso, se queremos ser bem vistos pelas outras pessoas, devemos escolher amigos que tenham valores semelhantes e que nos inspirem a ser pessoas melhores.

Related video of diga com quem andas e direi quem tu és

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait