Diferenças Entre Lixão E Aterro Sanitário

Reza June 22, 2021
Qual a diferença entre lixão e aterro sanitário? arvoreagua

Os lixões e os aterros sanitários são locais de destino final de resíduos sólidos, porém, eles possuem diferenças significativas em relação à forma de disposição dos resíduos e aos impactos ao meio ambiente e à saúde pública.

Lixão

O lixão é um local de disposição final de resíduos sólidos sem nenhum tipo de tratamento. Nele, os resíduos são depositados diretamente no solo, sem proteção ou isolamento, o que pode causar sérios danos ao meio ambiente e à saúde pública. Algumas características do lixão são:

  • Presença de animais como ratos, urubus e moscas;
  • Queima de resíduos, o que libera gases tóxicos na atmosfera;
  • Contaminação do solo e dos corpos d’água próximos ao local;
  • Produção de chorume, um líquido escuro e malcheiroso que contém metais pesados e outras substâncias tóxicas.

Os lixões são locais ilegais e não devem ser utilizados para a disposição final de resíduos sólidos. No entanto, ainda existem muitos lixões em funcionamento no Brasil, principalmente em municípios pequenos e regiões mais pobres.

Aterro sanitário

O aterro sanitário é um local de disposição final de resíduos sólidos que segue normas e regulamentos para minimizar os impactos ambientais e à saúde pública. Nele, os resíduos são depositados em camadas sobre um piso impermeável e compactados para reduzir o volume. Algumas características do aterro sanitário são:

  • Proibição de queima de resíduos;
  • Tratamento adequado do chorume para evitar a contaminação do solo e dos corpos d’água;
  • Instalação de sistemas de drenagem de gases para evitar a liberação de gases tóxicos na atmosfera;
  • Controle do acesso de animais;
  • Monitoramento do local para garantir a segurança ambiental e à saúde pública.

Os aterros sanitários são locais legalizados e devem seguir todas as normas e regulamentos estabelecidos pelos órgãos ambientais. Eles são a forma mais adequada e segura de disposição final de resíduos sólidos.

Conclusão

As diferenças entre lixão e aterro sanitário são significativas e refletem a importância de se adotar práticas adequadas de gestão de resíduos sólidos. Enquanto o lixão representa uma forma ilegal e prejudicial de disposição final de resíduos, o aterro sanitário é a forma mais adequada e segura de garantir a proteção do meio ambiente e da saúde pública.

For more information, please click the button below.

FAQs

1. Por que ainda existem lixões em funcionamento no Brasil?

A existência de lixões em funcionamento no Brasil está relacionada a uma série de fatores, como falta de recursos financeiros para a construção e manutenção de aterros sanitários, falta de conscientização da população sobre a importância da gestão adequada de resíduos sólidos e falta de políticas públicas efetivas para a gestão de resíduos.

2. Quais as consequências da disposição inadequada de resíduos sólidos?

A disposição inadequada de resíduos sólidos pode causar diversos problemas ambientais e à saúde pública, como contaminação do solo e dos corpos d’água, poluição do ar, proliferação de animais vetores de doenças, aumento da incidência de doenças respiratórias e gastrointestinais, entre outros.

3. Qual é o papel do poder público na gestão de resíduos sólidos?

O poder público tem um papel fundamental na gestão de resíduos sólidos, pois é responsável por estabelecer normas e regulamentos para a disposição final de resíduos, fiscalizar o cumprimento dessas normas, incentivar a adoção de práticas sustentáveis de gestão de resíduos e investir em infraestrutura para a construção e manutenção de aterros sanitários e outros equipamentos para a gestão adequada de resíduos.

Related video of diferenças entre lixão e aterro sanitário

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait