Descolonização Da África E Da Ásia: Mapa Mental

Reza April 15, 2021
Mapa Mental Imperialismo e Descolonização AfroAsiática

A descolonização da África e da Ásia foi um processo histórico que ocorreu na segunda metade do século XX, quando os países europeus que dominavam essas regiões perderam sua influência política e econômica sobre as mesmas. Esse processo foi resultado de várias pressões internas e externas, como a luta dos movimentos de independência e a pressão internacional pela igualdade e justiça.

Contexto Histórico

A colonização da África e da Ásia pelos europeus começou no final do século XIX, quando as potências europeias, especialmente a Inglaterra, a França, a Bélgica e a Alemanha, começaram a se expandir para essas regiões em busca de matérias-primas e mercados consumidores.

Os colonizadores europeus impuseram suas línguas, culturas e sistemas políticos e econômicos sobre as populações locais, resultando em uma exploração brutal e sistemática dos recursos e das pessoas dessas regiões. As populações locais foram submetidas a trabalho forçado, impostos e leis discriminatórias, e sua cultura e religião foram suprimidas.

No entanto, na década de 1940, a pressão interna e externa pela independência e igualdade cresceu, e as potências coloniais começaram a ceder. Movimentos de independência surgiram em todo o mundo, liderados por líderes carismáticos e inspiradores como Mahatma Gandhi na Índia, Kwame Nkrumah em Gana e Nelson Mandela na África do Sul.

Processo de Descolonização

O processo de descolonização da África e da Ásia foi um processo complexo e muitas vezes violento, envolvendo lutas armadas, negociações diplomáticas e protestos pacíficos. Em muitos casos, os movimentos de independência foram liderados por partidos políticos nacionalistas, que lutaram pela libertação de seus países e pela criação de estados independentes.

Em outros casos, a independência foi concedida pacificamente, como no caso da Índia, que se tornou independente do Império Britânico em 1947 após uma campanha não violenta liderada por Gandhi. No entanto, em muitos outros países, a descolonização foi acompanhada por conflitos armados, como na Argélia, Angola e Moçambique.

For more information, please click the button below.

A descolonização também foi acompanhada por mudanças significativas nas relações internacionais, com a emergência de novos estados independentes e o declínio do poder das potências coloniais. A Organização das Nações Unidas (ONU) desempenhou um papel importante nesse processo, incentivando a independência e a autodeterminação dos povos colonizados.

Impacto da Descolonização

A descolonização teve um impacto profundo na África e na Ásia, transformando a paisagem política, social e econômica dessas regiões. Os novos estados independentes foram confrontados com enormes desafios, como a construção de instituições políticas e econômicas estáveis, a promoção do desenvolvimento econômico e a construção de identidades nacionais.

A descolonização também teve um impacto profundo nas potências coloniais, que perderam seu poder e influência nas regiões colonizadas. A Inglaterra, em particular, enfrentou dificuldades econômicas e políticas após a perda de suas colônias, o que levou a uma diminuição de sua posição global.

Mapa Mental da Descolonização da África e da Ásia

Para entender melhor o processo de descolonização da África e da Ásia, é útil criar um mapa mental que ilustre as principais causas, eventos e consequências desse processo. O mapa mental pode incluir os seguintes elementos:

Causas:

  • Expansão colonial europeia;
  • Exploração econômica e política das regiões colonizadas;
  • Crescente pressão interna e externa pela independência e igualdade.

Eventos:

  • Lutas armadas e movimentos de independência;
  • Negociações diplomáticas e protestos pacíficos;
  • Mudanças nas relações internacionais e na posição global das potências coloniais.

Consequências:

  • Criação de novos estados independentes na África e na Ásia;
  • Mudanças significativas nas relações internacionais e na posição global das potências coloniais;
  • Desafios econômicos, políticos e sociais para os novos estados independentes.

Conclusão

A descolonização da África e da Ásia foi um processo histórico significativo que teve um impacto profundo nas regiões colonizadas e nas potências coloniais. O processo foi acompanhado por conflitos armados e mudanças significativas nas relações internacionais, e resultou na criação de novos estados independentes que enfrentaram desafios significativos. Um mapa mental pode ajudar a ilustrar as principais causas, eventos e consequências desse processo.

FAQs

1. Quais foram as principais causas da descolonização da África e da Ásia?

As principais causas da descolonização da África e da Ásia foram a expansão colonial europeia, a exploração econômica e política das regiões colonizadas e a crescente pressão interna e externa pela independência e igualdade.

2. Como a descolonização afetou as potências coloniais?

A descolonização afetou as potências coloniais de várias maneiras, incluindo uma diminuição em sua posição global, dificuldades econômicas e políticas e mudanças significativas nas relações internacionais.

3. Quais foram os desafios enfrentados pelos novos estados independentes na África e na Ásia?

Os novos estados independentes na África e na Ásia enfrentaram vários desafios, como a construção de instituições políticas e econômicas estáveis, a promoção do desenvolvimento econômico e a construção de identidades nacionais.

Related video of descolonização da áfrica e da ásia mapa mental

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait