Como O Cartógrafo Transmitiu As Informações Contidas No Mapa

Reza September 8, 2021
Como o mapista transmitiu as informações contidas no mapa?

Os mapas são ferramentas essenciais para a compreensão do espaço geográfico e da organização social, política e econômica de uma região. Eles são criados por cartógrafos, profissionais responsáveis por interpretar, representar e comunicar informações geográficas em mapas. A transmissão das informações contidas em um mapa depende de diversos fatores, como a escala, a legenda, a simbologia, a projeção e a precisão, entre outros.

Escala

A escala é a relação entre as medidas no mapa e as medidas no terreno. Ela define o nível de detalhamento ou generalização das informações apresentadas no mapa. As escalas podem ser grandes, médias ou pequenas, dependendo do grau de ampliação ou redução do terreno representado. Quanto maior a escala, mais detalhado e preciso é o mapa, mas menor é a área abrangida. Quanto menor a escala, mais generalizado e simplificado é o mapa, mas maior é a área abrangida.

A escala é expressa de duas formas: numérica e gráfica. A escala numérica é uma fração que indica quantas vezes as dimensões do terreno foram reduzidas no mapa. Por exemplo, uma escala de 1:100.000 significa que 1 cm no mapa corresponde a 100.000 cm ou 1 km no terreno. A escala gráfica é uma linha graduada que mostra as distâncias reais no terreno e as distâncias equivalentes no mapa. Ela permite medir com precisão as distâncias no mapa e converter para as distâncias reais no terreno.

Legenda

A legenda é a chave de interpretação dos símbolos e cores utilizados no mapa. Ela explica o significado dos elementos cartográficos, como rios, estradas, cidades, limites políticos, áreas de vegetação, entre outros. A legenda deve ser clara, concisa e organizada, para facilitar a compreensão do mapa. Ela pode ser apresentada em forma de tabela, lista ou caixa de texto, dependendo do tipo de mapa e da quantidade de informações.

Simbologia

A simbologia é o conjunto de símbolos e cores utilizados para representar os elementos cartográficos no mapa. Cada símbolo ou cor tem um significado específico, que deve estar de acordo com a legenda e com a realidade do terreno. A escolha da simbologia depende do objetivo do mapa e do público-alvo. Por exemplo, um mapa turístico pode utilizar símbolos mais atrativos e explicativos, enquanto um mapa geológico pode utilizar símbolos mais técnicos e precisos.

Projeção

A projeção é a representação da superfície esférica da Terra em um plano cartesiano. Ela é necessária porque é impossível representar a Terra em sua forma real em um mapa plano. Existem diversas projeções cartográficas, cada uma com suas vantagens e desvantagens. A escolha da projeção depende do objetivo do mapa e da área geográfica representada. Algumas projeções são mais adequadas para áreas próximas ao Equador, enquanto outras são mais adequadas para áreas próximas aos polos. As projeções mais comuns são a Cilíndrica, a Cônica e a Azimutal.

For more information, please click the button below.

Precisão

A precisão é a exatidão das medidas e das posições representadas no mapa. Ela depende da qualidade dos dados e das técnicas utilizadas pelo cartógrafo. Um mapa preciso é aquele que representa com fidelidade as características do terreno, como a topografia, a hidrografia, a vegetação e as construções. A precisão pode ser avaliada por meio de técnicas de georreferenciamento, que permitem comparar as medidas no mapa com as medidas reais no terreno. Um mapa impreciso pode levar a erros de interpretação e de planejamento, comprometendo sua utilidade e confiabilidade.

Conclusão

Em resumo, o cartógrafo transmite as informações contidas no mapa por meio da escolha da escala, da legenda, da simbologia, da projeção e da precisão. Cada um desses fatores é importante para garantir a clareza, a precisão e a utilidade do mapa. O cartógrafo deve ter conhecimentos em cartografia, geografia, topografia, geodésia e tecnologia da informação para produzir um mapa de qualidade. A cartografia é uma ciência em constante evolução, impulsionada por novas tecnologias e necessidades sociais e econômicas.

FAQs

Qual é a diferença entre escala grande e escala pequena?

A diferença entre escala grande e escala pequena está na relação entre as medidas no mapa e as medidas no terreno. A escala grande representa uma área menor com mais detalhes, enquanto a escala pequena representa uma área maior com menos detalhes. Por exemplo, uma escala de 1:10.000 é grande, porque mostra uma área pequena com muitos detalhes, enquanto uma escala de 1:1.000.000 é pequena, porque mostra uma área grande com poucos detalhes.

Por que a projeção é importante na cartografia?

A projeção é importante na cartografia porque permite representar a superfície esférica da Terra em um mapa plano. Como é impossível representar a Terra em sua forma real em um mapa plano, é necessário escolher uma projeção que minimize as distorções e mantenha a precisão das medidas e das posições. A escolha da projeção depende do objetivo do mapa e da área geográfica representada.

Como a cartografia evoluiu com as novas tecnologias?

A cartografia evoluiu com as novas tecnologias, como o GPS, o SIG e a fotogrametria. O GPS permite obter coordenadas precisas em tempo real, facilitando o georreferenciamento e a atualização dos mapas. O SIG permite integrar e analisar diferentes tipos de dados geográficos, como imagens de satélite, mapas temáticos, dados demográficos e econômicos, entre outros. A fotogrametria permite obter informações precisas a partir de imagens aéreas ou de satélite, como a altitude, a inclinação, a vegetação e as construções. A cartografia digital é uma tendência atual, que utiliza softwares especializados para produzir e atualizar mapas em tempo real.

Related video of como o cartógrafo transmitiu as informações contidas no mapa

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait