Como É O Ditado "Quem Pariu Mateus Que Balance"

Reza June 9, 2022
A Cara Que Eu Fiz Quando Descobri Que O Ditado Correto é Quem Pariu

O ditado popular “quem pariu Mateus que balance” é muito conhecido no Brasil e é utilizado para indicar que a pessoa que criou ou originou um problema, deve ser responsável por resolvê-lo ou arcar com as consequências.

Origem do ditado

Não há uma origem clara para o ditado “quem pariu Mateus que balance”. Existem algumas teorias sobre a sua criação, mas nenhuma delas é comprovada.

Uma das teorias é que o ditado teria surgido durante o período colonial brasileiro, quando as mulheres negras eram escravizadas e obrigadas a amamentar os filhos dos patrões brancos. Nesse contexto, “parir Mateus” seria uma referência ao momento em que as escravas davam à luz e “balance” seria a ação de embalar o bebê para que ele dormisse. Assim, o ditado teria surgido como uma forma de dizer que a responsabilidade de cuidar do filho era da mãe biológica e não da amamentadora.

Outra teoria é que o ditado teria surgido durante a Guerra de Canudos, um conflito ocorrido no final do século XIX no interior da Bahia. Segundo essa teoria, Mateus seria um soldado que teria sido abandonado pelo seu comandante e teria sobrevivido graças à ajuda de outros soldados. Assim, o ditado teria surgido como uma forma de dizer que o comandante deveria ser responsável por seus soldados e não abandoná-los em momentos difíceis.

Significado do ditado

O ditado “quem pariu Mateus que balance” é utilizado para indicar que a pessoa que criou ou originou um problema, deve ser responsável por resolvê-lo ou arcar com as consequências. Ou seja, se alguém causou um problema, essa pessoa deve ser a responsável por resolvê-lo e não pode transferir essa responsabilidade para outra pessoa.

Por exemplo, se uma pessoa quebrou um objeto em uma casa, é responsabilidade dela reparar ou arcar com os custos do conserto. Ou se um funcionário cometeu um erro em um projeto, é responsabilidade dele corrigir o erro, mesmo que isso signifique refazer todo o trabalho.

For more information, please click the button below.

Uso do ditado na cultura popular

O ditado “quem pariu Mateus que balance” é muito utilizado na cultura popular brasileira, tanto na literatura quanto no cinema e na televisão. Um exemplo é o livro “Grande Sertão: Veredas”, de Guimarães Rosa, em que o ditado é citado várias vezes. Outro exemplo é o filme “O Auto da Compadecida”, baseado na obra de Ariano Suassuna, em que o personagem Chicó utiliza o ditado para tentar se livrar da responsabilidade de resolver um problema.

Conclusão

O ditado “quem pariu Mateus que balance” é uma expressão popular brasileira que indica que a pessoa que criou ou originou um problema, deve ser responsável por resolvê-lo ou arcar com as consequências. Apesar de não haver uma origem clara para o ditado, ele é muito utilizado na cultura popular brasileira e pode ser encontrado em livros, filmes e programas de televisão.

FAQs

1. O ditado “quem pariu Mateus que balance” é utilizado em outras regiões além do Brasil?

Não, o ditado é exclusivo da cultura popular brasileira e não é utilizado em outros países ou regiões.

2. Existe alguma variação do ditado em outras regiões do Brasil?

Sim, em algumas regiões do Brasil o ditado é conhecido como “quem fez a cama que durma nela” ou “quem semeia vento colhe tempestade”, que possuem um significado semelhante.

3. O ditado “quem pariu Mateus que balance” é utilizado apenas em situações negativas?

Não necessariamente. O ditado pode ser utilizado tanto em situações negativas, em que alguém causou um problema, quanto em situações positivas, em que alguém criou algo que foi bem-sucedido e deve ser responsável por mantê-lo.

Related video of como é o ditado quem pariu mateus que balance

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait