Claude Levi Strauss E A Atitude Antiga

Reza January 12, 2023
Claude LéviStrauss après l’humanisme

Claude Levi Strauss, antropólogo francês, em seu livro “O Pensamento Selvagem”, afirma que a atitude humana de classificar e ordenar o mundo é muito antiga e remonta à pré-história. Neste texto, iremos explorar mais sobre esta afirmação e sua importância para a compreensão da cultura e da sociedade.

A atitude de classificação

Segundo Levi Strauss, a atitude de classificar o mundo é resultado da necessidade humana de entender e dar sentido ao ambiente que nos cerca. Desde os tempos mais remotos, os seres humanos têm utilizado a categorização como uma forma de organizar a realidade e torná-la mais acessível. Esta atitude é tão antiga que está presente em diversas culturas e sociedades, independentemente do tempo ou do espaço.

Para exemplificar esta ideia, Levi Strauss utiliza o exemplo dos mitos e lendas indígenas americanos. Nestas histórias, os personagens são frequentemente classificados em pares opostos, como o bem e o mal, o céu e a terra, o masculino e o feminino. Estes pares opostos não são apenas uma forma de organizar a narrativa, mas também refletem a visão de mundo dos povos indígenas, que veem o universo como um equilíbrio entre forças contrárias.

A importância da classificação para a cultura e a sociedade

A atitude de classificação não é apenas uma forma de entender o mundo, mas também é fundamental para a construção da cultura e da sociedade. Através da categorização, os seres humanos criam sistemas de valores, normas e hierarquias que moldam as relações sociais e a identidade cultural.

Por exemplo, a categorização de gênero é uma das formas mais antigas e universais de classificação. Através da divisão entre masculino e feminino, as sociedades definem não apenas as características biológicas, mas também os papéis sociais e as expectativas culturais para cada sexo. Esta categorização influencia desde a forma como nos vestimos até a maneira como nos relacionamos com os outros.

Outra forma de classificação que tem grande importância na cultura é a categorização de raça. Embora a noção de raça seja uma construção social e não biológica, ela tem sido utilizada ao longo da história para justificar a discriminação e a exclusão de determinados grupos. Através da categorização racial, as sociedades criam hierarquias de poder e influenciam as oportunidades e os privilégios de cada grupo.

For more information, please click the button below.

A crítica à atitude de classificação

Embora a atitude de classificação seja uma forma importante para a compreensão do mundo e da cultura, ela também tem sido alvo de críticas por parte de diversos teóricos. Uma das principais críticas é que a categorização pode levar à simplificação e à generalização excessiva, o que pode levar a estereótipos e preconceitos.

Alguns teóricos também argumentam que a categorização pode ser utilizada como uma forma de controle social e de manutenção das hierarquias de poder. Por exemplo, a categorização de raça pode ser utilizada para justificar a discriminação e a exclusão de determinados grupos.

Conclusão

A atitude de classificação é uma forma antiga e universal de entender o mundo e a cultura. Através da categorização, os seres humanos criam sistemas de valores, normas e hierarquias que moldam as relações sociais e a identidade cultural. No entanto, a categorização também pode levar a estereótipos e preconceitos, além de ser utilizada como uma forma de controle social e de manutenção das hierarquias de poder. É importante, portanto, que sejamos críticos em relação à categorização e que busquemos compreender as complexidades e nuances das identidades individuais e coletivas.

FAQs

1. O que é categorização?

Categorização é a atitude de classificar e ordenar o mundo. É uma forma de entender e dar sentido ao ambiente que nos cerca, através da criação de categorias e pares opostos.

2. Qual é a importância da categorização para a cultura e a sociedade?

A categorização é fundamental para a construção da cultura e da sociedade, pois através dela os seres humanos criam sistemas de valores, normas e hierarquias que moldam as relações sociais e a identidade cultural.

3. Quais são as críticas à atitude de classificação?

Algumas das principais críticas à atitude de classificação são que ela pode levar à simplificação e à generalização excessiva, o que pode levar a estereótipos e preconceitos. Além disso, a categorização pode ser utilizada como uma forma de controle social e de manutenção das hierarquias de poder.

Related video of claude levi strauss diz que é muito antiga a atitude

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait