Classificação De Kennedy E Modificações

Reza September 4, 2022
😉 PRÓTESE PARCIAL REMOVÍVEL CLASSIFICAÇÃO QUANTO AO SUPORTE E KENNEDY

A Classificação de Kennedy é um sistema utilizado para classificar parcialmente a edentulismo em arcos parciais. O sistema foi criado pelo dentista Edward Kennedy em 1925 e é amplamente utilizado pelos dentistas até hoje. O objetivo da classificação é identificar as diferentes situações clínicas e determinar qual o melhor tipo de prótese para cada caso.

Classificação de Kennedy

A Classificação de Kennedy é dividida em quatro tipos, identificados pelas letras A, B, C e D. Cada tipo é determinado pelo número de espaços edêntulos e pela posição desses espaços em relação à linha média do arco dental. A classificação é a seguinte:

  • Tipo I (A): um espaço edêntulo nos dentes anteriores ou posteriores, do lado esquerdo ou direito do arco dental.
  • Tipo II (B): dois espaços edêntulos, um do lado direito e outro do lado esquerdo, ambos nos dentes posteriores.
  • Tipo III (C): dois ou mais espaços edêntulos, um do lado esquerdo e outro do lado direito, com pelo menos um espaço edêntulo nos dentes anteriores.
  • Tipo IV (D): dois ou mais espaços edêntulos, um do lado esquerdo e outro do lado direito, sem nenhum espaço edêntulo nos dentes anteriores.

Modificações da Classificação de Kennedy

A Classificação de Kennedy original foi modificada ao longo dos anos para incluir situações clínicas que não eram contempladas inicialmente. Algumas das modificações mais comuns são:

  • Modificação de Applegate: inclui um quinto tipo, o Tipo E, que se refere a um arco completo edêntulo.
  • Modificação de McHorris: inclui um sexto tipo, o Tipo F, que se refere a pacientes com implantes dentários.
  • Modificação de Stewart: inclui um sétimo tipo, o Tipo G, que se refere a pacientes com dentes permanentes ausentes desde a erupção.

Importância da Classificação de Kennedy

A Classificação de Kennedy é importante porque auxilia o dentista na escolha do tipo de prótese mais adequado para cada caso. Cada tipo de prótese é indicado para uma situação específica, levando em consideração o número e a posição dos espaços edêntulos. A prótese mal indicada pode causar desconforto ao paciente e problemas de oclusão.

Além disso, a Classificação de Kennedy é importante para o planejamento do tratamento. Com base na classificação, o dentista pode determinar o número de consultas necessárias, o tempo de duração do tratamento e os materiais a serem utilizados.

Conclusão

A Classificação de Kennedy é um sistema importante para a identificação das diferentes situações clínicas de edentulismo em arcos parciais. A escolha do tipo de prótese mais adequado para cada caso é fundamental para o sucesso do tratamento e para o conforto do paciente. As modificações da classificação ao longo dos anos foram importantes para incluir situações clínicas que não eram contempladas inicialmente.

For more information, please click the button below.

FAQs

1) A Classificação de Kennedy é utilizada apenas para próteses fixas?

Não, a Classificação de Kennedy é utilizada para identificar as diferentes situações clínicas de edentulismo em arcos parciais, independente do tipo de prótese a ser indicada.

2) Todos os dentistas utilizam a Classificação de Kennedy?

Não necessariamente. Alguns dentistas podem utilizar outros sistemas de classificação ou até mesmo não utilizar nenhum sistema.

3) A Classificação de Kennedy é um sistema padronizado em todo o mundo?

Sim, a Classificação de Kennedy é um sistema padronizado e amplamente utilizado em todo o mundo.

Related video of classificação de kennedy e modificações

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait