Ciclo De Krebs No Ensino Superior

Reza July 11, 2021
Ciclo de Krebs Explicacion paso a paso Resumen Bioquimica

O Ciclo de Krebs, também conhecido como ciclo do ácido cítrico ou ciclo dos ácidos tricarboxílicos, é uma das principais vias metabólicas que ocorre nas células aeróbicas. Ele é responsável por oxidar completamente as moléculas de acetil-CoA produzidas durante a glicólise e a beta-oxidação dos ácidos graxos, gerando energia na forma de ATP e reduzindo os coenzimas NAD+ e FAD para NADH e FADH2.

Reações do Ciclo de Krebs

O ciclo de Krebs é composto por uma série de reações químicas que ocorrem no interior das mitocôndrias das células eucarióticas. Essas reações podem ser divididas em três principais etapas:

Etapa 1: Formação do Citrato

A primeira etapa do ciclo de Krebs é a formação do citrato a partir do acetil-CoA e do oxaloacetato. Essa reação é catalisada pela enzima citrato sintase e produz uma molécula de citrato e uma molécula de CoA. O citrato é um ácido tricarboxílico que contém três grupos carboxila (-COOH) e serve como ponto de partida para as próximas reações do ciclo.

Etapa 2: Oxidação do Citrato

Na segunda etapa do ciclo de Krebs, o citrato é oxidado para gerar isocitrato. Essa reação é catalisada pela enzima aconitase, que remove uma molécula de água do citrato e adiciona uma molécula de água ao isocitrato. Em seguida, o isocitrato é oxidado pela isocitrato desidrogenase para formar alfa-cetoglutarato, liberando uma molécula de CO2 e reduzindo o NAD+ para NADH.

O alfa-cetoglutarato é então oxidado pela alfa-cetoglutarato desidrogenase para formar succinil-CoA, liberando mais uma molécula de CO2 e reduzindo o NAD+ para NADH. Essa reação também produz uma molécula de ATP por meio de um processo conhecido como fosforilação oxidativa.

Etapa 3: Regeneração do Oxaloacetato

Na terceira e última etapa do ciclo de Krebs, o succinil-CoA é convertido em succinato pela enzima succinil-CoA sintetase, liberando uma molécula de CoA e produzindo uma molécula de GTP por meio de fosforilação oxidativa.

For more information, please click the button below.

O succinato é então oxidado pela succinato desidrogenase, reduzindo o FAD para FADH2. Essa reação produz fumarato, que é hidratado pela fumarase para formar malato. O malato é então oxidado pela malato desidrogenase, reduzindo o NAD+ para NADH e regenerando o oxaloacetato, que pode ser utilizado novamente na primeira etapa do ciclo.

Importância do Ciclo de Krebs

O ciclo de Krebs desempenha um papel fundamental no metabolismo celular, pois fornece a maior parte da energia necessária para as células funcionarem. Ele também é importante na síntese de compostos intermediários como aminoácidos, purinas e pirimidinas, que são utilizados na construção de proteínas e ácidos nucleicos.

Além disso, o ciclo de Krebs é uma das principais vias para a produção de coenzimas reduzidos como NADH e FADH2, que são utilizados na cadeia respiratória para gerar ATP por meio de fosforilação oxidativa.

Regulação do Ciclo de Krebs

O ciclo de Krebs é regulado por diversas enzimas que podem ser ativadas ou inibidas por diferentes sinais celulares. Algumas dessas enzimas são:

  • Citrato sintase: inibida por altas concentrações de ATP e NADH, e estimulada por altas concentrações de ADP e Ca2+.
  • Isocitrato desidrogenase: inibida por altas concentrações de ATP e NADH, e estimulada por altas concentrações de ADP e Ca2+.
  • Alfa-cetoglutarato desidrogenase: inibida por altas concentrações de ATP e NADH, e estimulada por altas concentrações de ADP e Ca2+.
  • Succinil-CoA sintetase: estimulada por altas concentrações de ADP e inibida por altas concentrações de ATP.

Conclusão

O ciclo de Krebs é uma das principais vias metabólicas que ocorre nas células aeróbicas. Ele é responsável por oxidar completamente as moléculas de acetil-CoA produzidas durante a glicólise e a beta-oxidação dos ácidos graxos, gerando energia na forma de ATP e reduzindo os coenzimas NAD+ e FAD para NADH e FADH2. Além disso, o ciclo de Krebs é importante na síntese de compostos intermediários e na produção de coenzimas reduzidos que são utilizados na cadeia respiratória para gerar ATP por meio de fosforilação oxidativa. O ciclo de Krebs é regulado por diversas enzimas que podem ser ativadas ou inibidas por diferentes sinais celulares.

FAQs

1. O que é o ciclo de Krebs?

O ciclo de Krebs é uma das principais vias metabólicas que ocorre nas células aeróbicas. Ele é responsável por oxidar completamente as moléculas de acetil-CoA produzidas durante a glicólise e a beta-oxidação dos ácidos graxos, gerando energia na forma de ATP e reduzindo os coenzimas NAD+ e FAD para NADH e FADH2.

2. Qual a importância do ciclo de Krebs?

O ciclo de Krebs desempenha um papel fundamental no metabolismo celular, pois fornece a maior parte da energia necessária para as células funcionarem. Ele também é importante na síntese de compostos intermediários como aminoácidos, purinas e pirimidinas, que são utilizados na construção de proteínas e ácidos nucleicos.

3. Como é regulado o ciclo de Krebs?

O ciclo de Krebs é regulado por diversas enzimas que podem ser ativadas ou inibidas por diferentes sinais celulares. Algumas dessas enzimas são citrato sintase, isocitrato desidrogenase, alfa-cetoglutarato desidrogenase e succinil-CoA sintetase.

Related video of ciclo de krebs ensino superior

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait