Augusto Dos Anjos: Versos Íntimos

Reza December 15, 2022
“Versos Íntimos” Augusto dos Anjos Entre Editora Medium

Introdução

Augusto dos Anjos foi um poeta brasileiro nascido em 1884 na cidade de Sapé, Paraíba. Ele é conhecido por sua poesia sombria e pessimista, que muitas vezes lida com temas como a morte, a decadência e a doença. Seu livro mais famoso, “Eu”, foi publicado em 1912, e é considerado uma das obras mais importantes da poesia brasileira moderna. Neste texto, vamos explorar a obra de Augusto dos Anjos a partir de uma leitura de seus “versos íntimos”, um conjunto de poemas que lidam com temas pessoais e emocionais do poeta.

Os Versos Íntimos de Augusto dos Anjos

Os “versos íntimos” de Augusto dos Anjos são uma coleção de poemas que lidam com temas pessoais, emocionais e psicológicos. Eles são escritos em um estilo introspectivo e confessional, e muitas vezes apresentam uma visão sombria e pessimista da vida. Em muitos dos poemas, Augusto dos Anjos lida com seus próprios medos, dúvidas e inseguranças. Ele fala sobre sua própria mortalidade e a sensação de que o tempo está se esgotando. Ele também fala sobre a solidão e a alienação que sente em relação aos outros. Um exemplo disso é o poema “Versos Íntimos”, que dá nome a essa coleção. Nele, Augusto dos Anjos escreve: “Vês?! Ninguém assistiu ao formidável Enterro de tua última quimera. Somente a Ingratidão – esta pantera – Foi tua companheira inseparável!” Neste trecho, o poeta está falando sobre a morte da última quimera, ou seja, a última esperança que ele tinha. Ele argumenta que ninguém assistiu a esse evento, exceto a Ingratidão, que o acompanha sempre. O poema é uma reflexão sombria sobre a solidão e a falta de esperança que muitas vezes acompanham a vida. Outro poema que exemplifica os “versos íntimos” de Augusto dos Anjos é “Psicologia de um Vencido”. Nele, o poeta escreve sobre a sensação de fracasso e impotência que muitas vezes acompanham a vida. Ele argumenta que a vida é uma luta constante contra forças maiores do que nós mesmos, e que muitas vezes acabamos perdendo. Neste trecho, ele escreve: “O mundo para mim não tem beleza, Tenho fome; a minh’alma está doente… Se a fortuna é o deus que dá riqueza, Eu sou um deus que a miséria entroniza!” Este trecho mostra a sensação de impotência que o poeta sente em relação ao mundo. Ele argumenta que, enquanto a fortuna é capaz de trazer riqueza, ele é um deus que a miséria entroniza. É uma reflexão sombria sobre o poder da vida em nos derrotar.

Conclusão

Os “versos íntimos” de Augusto dos Anjos são uma parte importante de sua obra, pois eles nos dão uma visão mais pessoal e emocional do poeta. Eles mostram suas próprias inseguranças, medos e dúvidas, e nos permitem entender melhor sua visão sombria e pessimista da vida. Embora possa ser difícil ler esses poemas sem sentir um profundo senso de tristeza, eles também são profundamente honestos e humanos. Eles nos lembram que, apesar de todas as lutas e dificuldades que enfrentamos na vida, todos nós temos nossas próprias esperanças e sonhos, nossas próprias lutas e vitórias.

FAQs

1. Por que Augusto dos Anjos é considerado um poeta importante no Brasil?

Augusto dos Anjos é considerado um poeta importante no Brasil por causa de sua poesia sombria e pessimista, que muitas vezes lida com temas como a morte, a decadência e a doença. Ele é visto como um dos principais representantes da poesia modernista brasileira, que surgiu no início do século XX.

2. Qual é a importância dos “versos íntimos” de Augusto dos Anjos?

Os “versos íntimos” de Augusto dos Anjos são importantes porque nos dão uma visão mais pessoal e emocional do poeta. Eles mostram suas próprias inseguranças, medos e dúvidas, e nos permitem entender melhor sua visão sombria e pessimista da vida. Eles também são profundamente honestos e humanos, e nos lembram que todos nós temos nossas próprias esperanças e sonhos, nossas próprias lutas e vitórias.

3. O que podemos aprender com a obra de Augusto dos Anjos?

Com a obra de Augusto dos Anjos, podemos aprender a importância de enfrentar nossos próprios medos e inseguranças, e de encontrar significado e beleza na vida, mesmo em meio à dor e ao sofrimento. Podemos aprender a importância da honestidade e da autenticidade em nossa arte e em nossas vidas, e a importância de sermos verdadeiros conosco mesmos e com os outros.

For more information, please click the button below.

Related video of augusto dos anjos versos intimos

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait