As Regras Gramaticais Da Língua De Sinais Continuam

Reza June 5, 2022
INFORMÁTICA EDUCATIVA Agosto 2020

A língua de sinais é um sistema linguístico completo e complexo utilizado por pessoas surdas para se comunicar. Muitas vezes, a língua de sinais é erroneamente considerada uma forma simplificada de comunicação, mas, na verdade, é uma língua com gramática e regras próprias, assim como qualquer outra língua oral. Neste artigo, discutiremos as regras gramaticais da língua de sinais e como elas continuam a evoluir e a ser estudadas.

As Regras Gramaticais da Língua de Sinais

Assim como qualquer outra língua, a língua de sinais tem suas próprias regras gramaticais que governam a estrutura das frases e a ordem das palavras. Algumas das regras gramaticais da língua de sinais incluem:

  • A ordem das palavras na frase não segue necessariamente a ordem sujeito-verbo-objeto (SVO) como em línguas como o português. Em vez disso, a ordem das palavras é usada para distinguir diferentes tipos de frases e para enfatizar certas palavras ou conceitos. Por exemplo, em vez de dizer “Eu amo você”, em língua de sinais pode-se dizer “Amor eu você”.
  • A língua de sinais usa expressões faciais e corporais para transmitir informações gramaticais, como o tempo e o aspecto verbal. Por exemplo, a forma como a mão é movida pode indicar se uma ação está acontecendo no presente, passado ou futuro.
  • Em vez de usar artigos como “o” e “a”, a língua de sinais usa sinais de classificadores para indicar o objeto ou pessoa que está sendo referido. Por exemplo, em vez de dizer “o carro”, pode-se usar um sinal de classificador para indicar o tamanho e a forma do carro.
  • A língua de sinais também tem um sistema de concordância de gênero, que usa sinais diferentes para homens e mulheres.

A Evolução das Regras Gramaticais da Língua de Sinais

A língua de sinais tem uma longa história, e suas regras gramaticais evoluíram ao longo do tempo. Antes do século XVIII, a língua de sinais era considerada uma forma primitiva de comunicação e muitas vezes era proibida ou desencorajada pelas autoridades.

No entanto, no final do século XVIII, o abade francês Charles-Michel de l’Épée começou a estudar a língua de sinais e a desenvolver um sistema de educação para pessoas surdas. Ele reconheceu que a língua de sinais era uma língua complexa e completa, e desenvolveu um sistema de escrita para a língua de sinais que ajudou a estabelecê-la como uma língua legítima.

Desde então, a língua de sinais continuou a evoluir e a ser estudada por linguistas e pesquisadores em todo o mundo. Hoje, existem muitas variações regionais da língua de sinais, cada uma com suas próprias regras gramaticais distintas.

A Pesquisa nas Regras Gramaticais da Língua de Sinais

A pesquisa nas regras gramaticais da língua de sinais é um campo em constante evolução. Os linguistas que estudam a língua de sinais estão interessados em entender como a língua funciona e como ela evolui ao longo do tempo.

For more information, please click the button below.

Uma área de pesquisa ativa é a comparação entre as regras gramaticais da língua de sinais e as regras gramaticais de línguas orais. Algumas pesquisas mostraram que a língua de sinais pode ter uma estrutura gramatical mais flexível do que as línguas orais, o que pode ter implicações interessantes para a forma como entendemos a linguagem e a cognição.

Outra área de pesquisa ativa é a comparação entre as diferentes variações regionais da língua de sinais. Pesquisadores estão interessados em entender como as regras gramaticais variam entre as diferentes variações e como isso pode ser explicado pela história e cultura das comunidades surdas.

Conclusão

As regras gramaticais da língua de sinais são complexas e evoluíram ao longo do tempo. A língua de sinais é uma língua completa e legítima, com suas próprias regras gramaticais e uma rica história e cultura. A pesquisa nas regras gramaticais da língua de sinais continua a evoluir e a expandir nossos conhecimentos sobre a linguagem e a cognição.

FAQs

1. A língua de sinais é universal?

Não, a língua de sinais não é universal. Existem muitas variações regionais da língua de sinais, cada uma com suas próprias regras gramaticais e vocabulário distinto.

2. As pessoas surdas usam apenas a língua de sinais para se comunicar?

Não, as pessoas surdas podem usar uma variedade de métodos de comunicação, incluindo a língua de sinais, a leitura labial e a escrita.

3. A língua de sinais é uma língua escrita?

Sim, existem formas de escrever a língua de sinais, embora não haja uma forma universalmente aceita de escrita da língua de sinais.

Related video of as regras gramaticais da lingua de sinais continuam

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait