As Células Respondem A Combinações De Sinais Específicos

Reza September 18, 2021
As células respondem a combinações de sinais específicos, desta forma

As células são as unidades básicas da vida e, para manter sua sobrevivência e reprodução, elas precisam interagir com o ambiente a seu redor. Essa interação é feita através de sinais que são percebidos pelas células e que desencadeiam uma resposta celular específica. Esses sinais podem ser de natureza química, física ou biológica e podem ser provenientes de outras células, de tecidos vizinhos ou de elementos externos ao organismo.

Como as células percebem os sinais?

As células possuem em suas membranas externas proteínas receptoras que são capazes de reconhecer moléculas sinalizadoras específicas. Essas proteínas são do tipo transmembrana, ou seja, atravessam a membrana celular e possuem uma parte que fica dentro da célula e outra que fica exposta ao meio extracelular.

Quando uma molécula sinalizadora específica se liga a uma proteína receptora, ocorre uma mudança conformacional na proteína que gera uma resposta intracelular. Essa resposta pode ser uma alteração no metabolismo celular, uma mudança na expressão de genes específicos ou uma alteração na forma da célula.

Quais são os tipos de sinais aos quais as células respondem?

Existem diversos tipos de sinais aos quais as células respondem, alguns exemplos são:

  • Sinais hormonais: produzidos por glândulas endócrinas e transportados pelo sistema circulatório, eles afetam células alvo específicas em todo o corpo. Exemplos incluem insulina, hormônios sexuais e hormônio do crescimento.
  • Sinais neurais: transmitidos por neurônios e afetam células nervosas ou musculares específicas. Exemplos incluem acetilcolina e adrenalina.
  • Sinais parácrinos: produzidos por células próximas e afetam células vizinhas. Exemplos incluem citocinas e fatores de crescimento.
  • Sinais autócrinos: produzidos por células e afetam a própria célula que os produziu. Exemplos incluem fatores de crescimento.
  • Sinais mecânicos: causados por deformações físicas na célula, como estiramento ou compressão. Exemplos incluem o estiramento das células musculares durante a contração.

Como as células respondem a combinações de sinais?

Na realidade, as células são frequentemente expostas a múltiplos sinais simultaneamente. Esses sinais podem ter efeitos aditivos, sinérgicos ou antagonistas na resposta celular. A combinação de sinais específicos que uma célula recebe pode determinar o tipo de resposta celular que ocorrerá.

Por exemplo, a combinação de sinais hormonais e neurais pode ser importante na regulação da fome e do apetite. O hormônio leptina, produzido pelas células adiposas, sinaliza ao cérebro a quantidade de gordura armazenada no corpo. Ao mesmo tempo, o neurotransmissor neuropeptídeo Y (NPY) sinaliza ao cérebro a sensação de fome. Quando o nível de leptina é alto, a produção de NPY é inibida, reduzindo a sensação de fome.

For more information, please click the button below.

Da mesma forma, a combinação de sinais parácrinos e mecânicos pode ser importante na cicatrização de feridas. As células que estão próximas à ferida produzem fatores de crescimento que ativam a proliferação celular. Ao mesmo tempo, a pressão exercida pelas células vizinhas estimula a migração e o alinhamento das células na direção da ferida.

Conclusão

As células são capazes de perceber e responder a múltiplos sinais que recebem de seu ambiente. A combinação específica de sinais que uma célula recebe pode determinar o tipo de resposta celular que ocorrerá. Essa capacidade de responder a combinações de sinais é fundamental para a sobrevivência e reprodução das células em um organismo multicelular.

FAQs

1. Como as células sabem qual é o sinal certo a seguir?

As células possuem em suas membranas externas proteínas receptoras que são capazes de reconhecer moléculas sinalizadoras específicas. Essas proteínas são do tipo transmembrana, ou seja, atravessam a membrana celular e possuem uma parte que fica dentro da célula e outra que fica exposta ao meio extracelular. Quando uma molécula sinalizadora específica se liga a uma proteína receptora, ocorre uma mudança conformacional na proteína que gera uma resposta intracelular.

2. Como os sinais hormonais afetam as células alvo no corpo?

Os sinais hormonais são produzidos por glândulas endócrinas e transportados pelo sistema circulatório. Quando um sinal hormonal atinge uma célula alvo, ele se liga a uma proteína receptora na membrana celular ou no interior da célula. Isso desencadeia uma cascata de reações químicas que pode alterar a expressão de genes específicos, o metabolismo celular ou a forma da célula.

3. Como a combinação de sinais pode determinar a resposta celular?

A combinação de sinais específicos que uma célula recebe pode determinar o tipo de resposta celular que ocorrerá. Essa capacidade de responder a combinações de sinais é fundamental para a sobrevivência e reprodução das células em um organismo multicelular. Por exemplo, a combinação de sinais hormonais e neurais pode ser importante na regulação da fome e do apetite. O hormônio leptina, produzido pelas células adiposas, sinaliza ao cérebro a quantidade de gordura armazenada no corpo. Ao mesmo tempo, o neurotransmissor neuropeptídeo Y (NPY) sinaliza ao cérebro a sensação de fome. Quando o nível de leptina é alto, a produção de NPY é inibida, reduzindo a sensação de fome.

Related video of as células respondem a combinações de sinais específicos

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait