A Parábola Do Juiz Iníquo

Reza September 10, 2021
Escola Bíblica 24 Parábola do Juíz Iníquo (1ª Temporada) YouTube

A parábola do juiz iníquo é uma história contada por Jesus Cristo que está registrada no evangelho de Lucas, capítulo 18, versículos 1 a 8. A parábola é contada com o objetivo de ensinar sobre a importância da perseverança na oração e a justiça de Deus.

A parábola

Jesus começa a parábola falando sobre um juiz que não teme a Deus e não se importa com os homens. Na mesma cidade do juiz, havia uma viúva que ia constantemente até ele, pedindo que lhe fizesse justiça contra um adversário.

O juiz, porém, não queria fazer justiça à viúva, mas ela não desistia e voltava sempre para pedir que ele a ajudasse. O juiz, por fim, disse para si mesmo: “Embora eu não tema a Deus nem me importe com os homens, esta viúva está me aborrecendo. Vou fazer-lhe justiça para que ela não venha mais me importunar”.

Em seguida, Jesus conclui a parábola dizendo: “Ouçam o que diz este juiz injusto. Acaso Deus não fará justiça aos seus escolhidos, que clamam a ele dia e noite? Continuará fazendo-os esperar? Eu lhes digo: ele lhes fará justiça, e depressa. Contudo, quando o Filho do homem vier, encontrará fé na terra?”.

Interpretação

A parábola do juiz iníquo tem uma mensagem clara: Jesus quer ensinar a importância da perseverança na oração e a justiça de Deus. A viúva é um exemplo de perseverança na oração, pois ela vai constantemente até o juiz, pedindo que lhe faça justiça. Mesmo quando ele não quer ajudá-la, ela não desiste e continua a pedir.

O juiz, por sua vez, é um exemplo de uma pessoa que não se importa com os outros e não teme a Deus. No entanto, mesmo assim, ele acaba fazendo justiça à viúva, porque ela o aborrece e ele quer se livrar dela.

For more information, please click the button below.

Jesus usa a figura do juiz iníquo para contrastar com a justiça de Deus. Ele está dizendo que, se até um juiz iníquo pode fazer justiça, quanto mais Deus, que é justo e misericordioso, não fará justiça aos seus escolhidos, que clamam a ele dia e noite?

Além disso, Jesus destaca a importância da perseverança na oração. Ele está dizendo que devemos persistir em nossas orações, mesmo que pareça que Deus não está nos ouvindo. A viúva é um exemplo disso, pois ela continuou a pedir, mesmo quando o juiz não queria ajudá-la. Se ela tivesse desistido, nunca teria recebido a justiça que tanto desejava.

Conclusão

A parábola do juiz iníquo é uma história simples, mas com uma mensagem profunda. Ela nos ensina a importância da perseverança na oração e a justiça de Deus. Devemos pedir a Deus o que precisamos e acreditar que ele nos ouvirá e nos atenderá, mesmo que pareça que ele está demorando.

Além disso, devemos lembrar que Deus é justo e misericordioso. Ele fará justiça aos seus escolhidos, que clamam a ele dia e noite. Não devemos perder a fé em Deus, mesmo que a resposta às nossas orações demore a chegar.

FAQs

1. O que significa “iníquo”?

“Iníquo” significa “injusto”, “perverso”, “malvado”. Na parábola do juiz iníquo, Jesus usa essa palavra para descrever o juiz que não teme a Deus e não se importa com os homens.

2. Por que a viúva precisava da ajuda do juiz?

Não sabemos exatamente qual era o problema da viúva, mas sabemos que ela precisava da ajuda do juiz para fazer justiça contra um adversário. Ela ia constantemente até ele, pedindo que lhe fizesse justiça.

3. Qual é a mensagem principal da parábola?

A mensagem principal da parábola do juiz iníquo é a importância da perseverança na oração e a justiça de Deus. Jesus quer nos ensinar que devemos persistir em nossas orações e confiar que Deus fará justiça aos seus escolhidos, que clamam a ele dia e noite.

Related video of a parábola do juiz iníquo

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait