A Crítica Do Livro De Memórias De Michelle Obama

Reza April 25, 2021
Silêncios que Falam A capa do aguardado livro de memórias de Michelle

O livro de memórias de Michelle Obama, “Minha História”, foi lançado em 2018 e desde então tem sido alvo de críticas e elogios. O livro relata a vida de Michelle Obama desde a infância até os anos na Casa Branca, incluindo detalhes sobre sua relação com Barack Obama e sua experiência como primeira-dama dos Estados Unidos.

As críticas ao livro

Algumas críticas ao livro de memórias de Michelle Obama se concentram em questões políticas, enquanto outras se concentram em questões literárias e de estilo.

Críticas políticas

Algumas críticas políticas ao livro de memórias de Michelle Obama se concentram no fato de que ela é uma figura política e, portanto, seu livro deve ser avaliado em termos políticos. Algumas pessoas argumentam que o livro é uma tentativa de moldar a imagem pública de Michelle Obama e, por extensão, a imagem pública de Barack Obama e do Partido Democrata.

Outras críticas políticas se concentram nas opiniões expressas por Michelle Obama no livro. Algumas pessoas argumentam que ela é crítica demais em relação a Donald Trump e outros políticos republicanos, enquanto outras argumentam que ela não é crítica o suficiente em relação a Barack Obama e outros políticos democratas.

Críticas literárias e de estilo

Algumas críticas ao livro de memórias de Michelle Obama se concentram na qualidade literária e no estilo da escrita. Algumas pessoas argumentam que o livro é muito longo e detalhado, enquanto outras argumentam que ele é superficial e carente de profundidade. Algumas pessoas também criticaram o estilo de escrita de Michelle Obama, argumentando que ele é muito descritivo e carente de emoção.

As defesas do livro

Assim como o livro de memórias de Michelle Obama recebeu críticas, ele também recebeu defesas. Algumas pessoas argumentam que o livro é um relato honesto e emocionante da vida de Michelle Obama e que é uma leitura importante para quem quer entender a experiência de ser a primeira-dama dos Estados Unidos.

For more information, please click the button below.

Defesas políticas

Algumas defesas ao livro de memórias de Michelle Obama se concentram em questões políticas. Algumas pessoas argumentam que o livro é uma oportunidade para Michelle Obama expressar suas opiniões sobre política e que ela tem o direito de fazê-lo como qualquer outra pessoa. Outras pessoas argumentam que o livro é uma resposta legítima às críticas que Michelle Obama recebeu durante seu tempo na Casa Branca.

Defesas literárias e de estilo

Algumas defesas ao livro de memórias de Michelle Obama se concentram na qualidade literária e no estilo da escrita. Algumas pessoas argumentam que o livro é bem escrito e bem estruturado, enquanto outras argumentam que ele é emotivo e envolvente. Algumas pessoas também elogiaram o estilo de escrita de Michelle Obama, argumentando que ele é descritivo e acessível.

Conclusão

O livro de memórias de Michelle Obama tem sido alvo de críticas e defesas desde o seu lançamento. Algumas críticas se concentram em questões políticas, enquanto outras se concentram em questões literárias e de estilo. No entanto, muitas pessoas elogiaram o livro por sua honestidade emocionante e por sua importância como um relato da experiência de ser a primeira-dama dos Estados Unidos. Como qualquer obra literária, o livro de memórias de Michelle Obama é aberto a interpretações e opiniões diferentes, e cabe a cada leitor decidir por si mesmo como avaliá-lo.

FAQs

1. O livro de memórias de Michelle Obama é uma leitura importante?

Sim, o livro de memórias de Michelle Obama é uma leitura importante para quem quer entender a experiência de ser a primeira-dama dos Estados Unidos e para quem se interessa por política e história.

2. Michelle Obama é crítica demais em relação a Donald Trump?

Algumas pessoas podem achar que Michelle Obama é crítica demais em relação a Donald Trump em seu livro de memórias, enquanto outras podem achar que ela não é crítica o suficiente. No entanto, como qualquer outra pessoa, Michelle Obama tem o direito de expressar suas opiniões sobre política.

3. O estilo de escrita de Michelle Obama é acessível?

Algumas pessoas elogiaram o estilo de escrita de Michelle Obama por ser descritivo e acessível, enquanto outras criticaram a falta de emoção em sua escrita. Como com qualquer obra literária, o estilo de escrita de Michelle Obama é aberto a interpretações e opiniões diferentes.

Related video of a critica do livro de memorias de michelle obama

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait